sábado, 25 de julho de 2009

E SURGIRÃO EPIDEMIAS!

Nos últimos dias a mídia tem enfatizado notícias sobre a gripe suína. O site da Veja informou que “na última semana, o número de pessoas infectadas com a gripe suína cresceu de forma assustadora no Brasil: de 74 para 399 casos, de acordo com o Ministério da Saúde. E a tendência, segundo especialistas, é que a quantidade aumente ainda mais nas próximas semanas, com a ajuda do inverno e da proliferação de casos. Os médicos, porém, são categóricos ao afirmar que a população não precisa entrar em pânico”.

Mesmo assim, o número de mortos vem aumentando. De acordo com o Ministério da Saúde, já chega a 29 o número de pessoas mortas pela gripe suína no País (está no boletim de sexta-feira, 24 de julho), o que leva a taxa de mortalidade pela doença no Brasil a 0,015 por 100 mil habitantes. Naturalmente, algumas perguntas surgem diante de um problema como este. A primeira pergunta seria: Como diferenciar essa gripe de uma gripe normal? Veja as principais diferenças:

Diante desse quadro, nos perguntamos se a Bíblia fala algo a respeito? Primeiramente, é importante lembrar que a Bíblia apresenta a Deus como Criador de todas as coisas: “Só tu és Senhor, tu fizeste o céu, o céu dos céus e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto há neles; e tu os preservas com vida, e o exército dos céus te adora” (Neemias 9:6). E como Criador Deus sabe o que pode ser ingerido pelo ser humano. Deu um cardápio específico (Gn 1:29) para o homem quando o criou e depois que este pecou continuou dando orientações com respeito a sua alimentação.

Em Levítico 11:3-20, 29-31, Deus apresenta uma lista de animais imundos e limpos. Dentre os animais limpos estão o boi, a ovelha, os peixes de escamas, etc. Dentre os animais imundos, o coelho, os peixes sem escamas, o porco, etc. Por que Deus proibiu que comêssemos o porco? Certamente o Criador conhece todos os detalhes – e obedecer-Lhe sempre é melhor.

A Bíblia também fala de sinais que apontam para o tempo do fim. Jesus previu o que aconteceria neste planeta nos últimos minutos da história humana. Assentados com Jesus, os discípulos Lhe perguntaram que sinais indicariam a proximidade de Sua vinda (Mateus 24:3). Jesus então falou de sinais escatológicos, ou seja, que aconteceriam no futuro, e também de sinais que aconteceriam na época dos discípulos.

Jesus mencionou a proliferação da fome (Mateus 24:7), o aumento do número de terremotos (Mateus 24:7), da iniquidade, traição, ódio e escândalos (Mateus 24:9-12). Além desses sinais, Jesus enumerou muitos outros dentre os quais podemos citar o aumento de epidemias. “Então, lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; haverá grandes terremotos, epidemias e fome em vários lugares, coisas espantosas e também grandes sinais do céu” (Lucas 21:10, 11).

Certamente todo esse problema com a gripe suína é parte do cumprimento das palavras de Jesus. Ele disse: “Quando virdes estas coisas acontecerem, sabei que está próximo o reino de Deus” (Lucas 21:31).

Antes de subir ao céu, Jesus prometeu que voltaria. Ele disse: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (João 14:1-3). E o livro de Hebreus afirma categoricamente que “ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará” (Hebreus 10:37).

Você gostaria de se preparar para esse dia? Quer saber como Jesus voltará? A Bíblia possui mais de 2.500 referências sobre esse assunto. Estude a Palavra de Deus e certamente as boas-novas da volta de Jesus encherão seu coração de esperança.

Para um estudo bíblico sobre a volta de Jesus clique aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More