sexta-feira, 31 de julho de 2009

POSIÇÃO OFICIAL DA IGREJA ADVENTISTA SOBRE A REPERCUSSÃO DA GRIPE SUÍNA

Mais de 75 mil alunos de estabelecimentos da Rede de Educação Adventista nas regiões Sul e Sudeste vão começar as aulas mais tarde, no segundo semestre, por conta da gripe suína. Conforme a Rede informou na tarde desta quinta-feira, dia 30 de julho, as aulas recomeçarão somente em agosto em pelo menos 29 unidades escolares do Rio Grande do Sul, 20 no Paraná, 9 no Rio de Janeiro e 76 em São Paulo, o que inclui universidades e internatos. Na Argentina, foram canceladas todas as atividades escolares da rede adventista durante o mês de julho, o que expandiu o recesso escolar de duas para quatro semanas. Em alguns estabelecimentos de ensino do país vizinho, as aulas só voltarão no dia 3 de agosto. O motivo dessa ação é o cuidado que a instituição tem com o risco de contágio entre as crianças e os adolescentes.
Conforme o líder geral dos adventistas do sétimo dia para a América do Sul, pastor Erton Köhler, em alguns locais, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde pública, até mesmo eventos de grande porte e reuniões públicas têm sido evitados. No Peru e no Paraná, por exemplo, foram canceladas grandes concentrações de pessoas onde poderia ocorrer contaminação. “A igreja está pronta para ajudar a limitar o contágio, pois nossa preocupação é com a saúde de todos. Diante do aumento do contágio e vítimas, recomendamos cuidados em todas nossas instituições religiosas, sociais e educacionais”, comenta Köhler.
Felipe Lemos - Jornalista da Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia
Para mais informações clicle aqui

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More