segunda-feira, 15 de março de 2010

BEM AVENTURADOS OS POBRES DE ESPÍRITO

Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo...Mateus 5:1,2

Os dias estavam contados para os Romanos, a promessa da vinda do Messias era esperada, contavam com um Messias que destruiria Roma, mataria seu imperador e exerceria de uma vez por todas o domínio mundial tão esperado pelo povo de Israel.

Na cabeça dos Judeus o Rei viria como um excelente estrategista de guerra, afinal seria descendente de Davi, sonhavam com o dia em que este Rei convocaria seus súditos possivelmente os discípulos e daí numa reunião geral com o povo, exporia estratégias de guerra e de como teriam sucesso com os Romanos.

Imagine que o povo ao ver Jesus subindo ao monte e seus discípulos assentarem aos Seus pés, vibram, é chegada a hora, vamos nos aproximar e ouvir como sermos vencedores como dominaremos o Reino dos Romanos e destruiremos nossos inimigos de uma vez por todas.

Jesus Cristo se aproxima e começa a discursar, porém suas Palavras eram totalmente contrarias a tudo aquilo que o povo queria ouvir, em seu discurso Jesus começa dizendo “bem-aventurados os Pobres de Espírito porque deles é o reino dos céus”. Mat. 5:2

Desde minha infância este verso me intriga, a pergunta que sempre tive curiosidade de saber, o que é ser pobre de espírito afinal.

Havia entre os Judeus uma doença muito conhecida chamada de pobreza física que hoje chamamos de Tetraplégico, ou seja, uma pessoa que só mexe com os olhos, cabeça e fala.

Segundo a tradição em qualquer momento o doente deveria suprir as suas necessidades com o apoio do pai. Ele dependia do Pai para tudo, como por exemplo, ao sentir sede gritava pai tenho sede, o pai trazia a água a sua boca até saciar, estando com fome dizia pai tenho fome o pai prontamente levava pão a sua boca, querendo se locomover pedia pai, por favor, me carregue em seus braços, e era função do pai então locomove-lo.

Jesus aqui nos ensina lições maravilhosas. Da mesma forma que um filho que tinha esta doença chamada pobreza física dependia completamente do pai para tudo que necessitava, Jesus quer nos dizer: Filhos dependam de mim em tudo.

Se você tem sede, peça, grite, Pai tenho sede, Jesus Cristo é a água da vida que vai nos saciar e fazer com que jamais tenhamos sede.

Se tenho fome, devo clamar Pai tenho fome, fome espiritual a Bíblia diz que Jesus é o pão da vida que mata minha fome completamente.

Se não sei que direção seguir devo clamar Pai, me ajude Jesus é o Caminho, a verdade e a vida.

Que lição extraordinária, que ensinamentos maravilhosos, o povo queria guerra, ele diz sejam pacificadores; o povo queria estratégias de guerra e um reino terrestre, Ele apenas diz querem ser felizes de verdade, bem aventurados, dependam de mim em tudo e Eu lhes darei, não este reino, mais o Reino dos Céus.

Cristo hoje lhe faz um convite, aceite, dependa dEle, e o reino dos céus será seu.

Pr. Paulo Henrique Prazeres
Associação Espírito-Santense - UEB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More