segunda-feira, 22 de março de 2010

SEGUNDA FEIRA SEM CARNE

Deu no site da Sociedade Vegetariana Brasileira:

"Diante de dados tão alarmantes sobre o aquecimento global, o ex-Beatle Paul McCartney pensou como as pessoas poderiam escolher, entre tantas sugestões, qual seria a de maior impacto para contribuir para um planeta mais limpo, sustentável e saudável. A resposta ele anunciou ao mundo, em agosto do ano passado, com o lançamento da campanha Meat Free Monday, chamada no Brasil de Segunda Sem Carne.

"Munido de estudos da FAO (IPCC - Painel Intergovernamental de Mundanças Climáticas - 2009) que comprovam que a indústria da carne é responsável por 18% do total das emissões de gases de efeito estufa em todo mundo - o que representa mais poluição que o setor de transporte. O, o cantor chamou especialistas, como o Dr. Ph.D Rajendra Pachauri, para endossar que a mudança no hábito alimentar de comer carne é a medida mais eficaz - e urgente - para diminuirmos a evolução do efeito estufa, mas também de outros prejuízos ao meio-ambiente.

"Com o lema "mudando sua alimentação, você pode mudar o mundo", a campanha já foi lançada em diversas cidades de vários países e vem arrebatando seguidores, inclusive em grande número dentro do show business, pela sua simplicidade e eficácia. Afinal, excluir a carne - de qualquer tipo - em apenas um único dia da semana, não é uma tarefa difícil. E a escolha da segunda-feira vem para facilitar a decisão, quando todos têm por hábito alimentar-se de forma mais leve para compensar os excessos do final de semana.

"Contudo, em se tratando do consumo de carne, estes excessos vêm causando prejuízos enormes, seja para o custo da saúde pública, seja para a preservação dos biomas terrestres e marítimos, seja para a promoção da paz e justiça social. Estima-se, por exemplo, que nada menos que 80% do desmatamento da Amazônia seja causado pela indústria da pecuária. Outro número que envergonha nesta indústria está relacionado ao emprego de trabalhadores em regime análogo à escravidão: a pecuária emprega 62% destes trabalhadores no Brasil. Os dados são do Ministério da Agricultura e da Comissão Pastoral da Terra.

"Engajada na defesa e promoção do vegetarianismo desde sua fundação, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) percebeu a importância e o alcance desta campanha e passou a representá-la no país, recebendo a autorização de distribuir a carta de Paul McCartney às autoridades locais. Esta carta já foi levada à cidade de São Paulo, no ano passado, numa grande festa promovida no parque Ibirapuera. A segunda cidade que recebe o lançamento da campanha é Curitiba, onde a Prefeitura Municipal já possui ações de apoio ao vegetarianismo, promovendo a Feira Vegetariana de Curitiba junto com o grupo local da SVB.

"'Era natural que a Secretaria do Abastecimento fosse nossa principal parceira para este importante projeto, uma vez que lançamos juntos a Feira Vegetariana de Curitiba" - comenta Ricardo Laurino, coordenador do Grupo de Curitiba da SVB, sobre o lançamento da Segunda Sem Carne na cidade. Ele continua: "Nossa intenção, com a Feira Veg, sempre foi levar a mensagem do vegetarianismo para aqueles que comem carne, para lhes mostrar como é fácil e acessível se alimentar bem e de forma saborosa sem ingredientes animais. A Segunda Sem Carne é outra chance de levarmos esta mensagem às pessoas, porém com um apelo maior, pois contaremos com o engajamento do governo municipal para torná-la realidade."

"O lançamento da campanha Segunda Sem Carne em Curitiba ocorreu no dia 20 de março, sábado, no Mercado Municipal, no setor de orgânicos. O evento abriu às 9h e disponibilizou ao público muita informação sobre o impacto do consumo da carne na saúde, no ambiente e nas questões sociais, sobretudo em nosso país.

"O evento contou com aulas-show de culinária, com a demonstração e degustação gratuita de receitas veganas aos participantes, e contou com debates e performances de artistas voluntários que estão apoiando a campanha. Às 14h foi feita a solenidade de lançamento, quando a SVB leu a carta que Paul McCartney escreveu às autoridades políticas locais. Nesta mesma solenidade, a SVB entregou um carta de intenções à Prefeitura, solicitando políticas públicas para redução do consumo de carne na cidade, e celebridades convidadas vestiram a camiseta do evento."

Nota: "Quando Deus criou o mundo ele deu ao ser humano recém criado um cardápio. Sua alimentação deveria ser composta de sementes, frutos e ervas. 'E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento' Gênesis 1:29.

A alimentação cárnea foi permitida ao ser humano somente depois do dilúvio em uma situação emergencial. Deus ordenou que Noé levasse para dentro da arca um par de animais imundos e sete pares de animais limpos. 'De todo animal limpo levarás contigo sete pares: o macho e sua fêmea; mas dos animais imundos, um par: o macho e sua fêmea.' Gênesis 7:2.

Isso significa que os animais não foram criados originalmente por Deus para alimentação. Por isso nem todos poderiam servir de alimento. Então, nessa situação emergencial, Deus ordenou que dos animais imundos, ou seja, os que não poderiam servir de alimento, fossem levados apenas um par para a procriação. Os demais foram levados sete pares que serviriam para procriação, alimento e holocausto. Em Levíticos 11 e Deuteronomio 14 encontra-se a lista completa dos animais limpos e imundos.

No entanto, aqueles que puderem fazer a opção de, não somente na segunda-feira, mas todos os dias da semana se absterem da carne estão se aproximando do regime original do Éden e do regime que teremos na pátria celestial onde não haverá mais morte (Apocalipse 21:4).

Por isso Paulo disse que "é bom não comer carne..." (Romanos 14:21). E a escritora Ellen White tem dezenas de textos em que orienta seus leitores a abster-se da carne. No livro Conselhos Sobre Regime Alimentar (CRA) ela tem várias destas orientações. Abaixo algumas delas:

"Não devemos pôr carne diante de nossos filhos...Cereais e frutas preparados sem gordura, e no estado mais natural possível, devem ser o alimento para as mesas de todos os que professam estar-se preparando para a trasladação ao Céu. Quanto menos estimulante o regime, tanto mais facilmente podem as paixões ser dominadas" CRA, 18.

"Repetidamente tem-se-me mostrado que Deus está trazendo de volta o Seu povo ao Seu desígnio original, isto é, que ele não dependa da carne de animais mortos. Ele gostaria que ensinássemos ao povo um caminho melhor" CRA, 82.

"As paixões animais ganham domínio em resultado da alimentação cárnea, do uso do fumo e das bebidas alcoólicas. O Senhor dará sabedoria a Seu povo para preparar daquilo que a terra proporciona, alimentos que tomem o lugar da carne. Combinações simples de nozes e cereais e frutas, preparadas com sabor e habilidade, recomendar-se-ão aos incrédulos" CRA, 269.

"Um regime simples, livre de especiarias e carnes e gordura animal de qualquer espécie, demonstrar-se-vos-ia um benefício" CRA, 359.

E daí, quer tentar? Experimente! Fique um dia, depois dois, três, uma semana, um mês sem carne. Certamente você se sentirá melhor. Que Deus te abençoe!

Pr. Evandro Fávero

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More