terça-feira, 30 de março de 2010

DEUS NÃO SE CANSA DE AMAR - História de como Deus libertou e transformou um homem

A história de Márcio Peracin (foto ao lado) é uma ilustração de como Deus não se cansa de amar e está sempre em busca de seus filhos procurando salvá-los. Abaixo sua história:

"A vida por vezes apresenta-se injusta, em meio a tantos infortúnios nos perguntamos se Deus está realmente ao nosso lado, se realmente Ele se preocupa com seus filhos. A minha história é assim, marcada por fracassos e tristezas desde que eu era uma criança, no entanto, hoje percebo em minha trajetória Deus sempre dando oportunidade àquele que para sociedade merecia a morte.

"Eu nasci em um lar pouco religioso, o Deus de meus pais era muito distante e representado por imagens que não permitia que o visse como um Deus pessoal. Meu pai faleceu quando eu tinha apenas 9 anos. Por fazer parte de uma família com 7 irmãos, e por minha mãe não ser esposa legítima de meu pai, não pudemos receber a pensão alimentícia, assim todos deveríamos trabalhar no campo para ajudar nas despesas.

"Devido diversas questões minha mãe começou a beber e em pouco tempo se tornou uma alcoólatra, o que a levou a ser uma mulher violenta e agressiva. Com medo de minha mãe, eu e meus irmãos nos escondíamos pelas ruas. Muito cedo me envolvi com jovens que praticavam pequenos furtos em supermercados, aprendi a fumar e a frequentar festas onde o uso de drogas como maconha e cocaína era comum. Assim, eu ingressei em um mundo muito perigoso de furtos mais ousados para sustentar meu vício.

"Aos 18 anos fui preso pela primeira vez. Mas a prisão não me assustou. Permaneci ali por seis meses e saí pior. Estava decidido a continuar com a mesma vida e fui preso novamente. Quando descobri que um de meus irmãos havia sido assassinado covardemente fiquei irado e consegui fugir. Queria vingança. Tudo o que eu mais queria era a vingança.

"Era uma noite fria de inverno. Enquanto maquinava como acabaria com a vida daqueles que tiraram a vida de meu irmão, fui pego por três de meus comparsas que tentaram destruir a minha vida. Armaram uma emboscada e me levaram para uma linha de trem. Ali dispararam dois tiros contra meu corpo e fugiram. Eu tentei caminhar, mas não tinha forças para ficar em pé, tampouco para pedir socorro, de repente via fachos de luz que cegavam meus olhos, ouvi vozes, mas não entendia. E como um raio o socorro chegou.

"No hospital os médicos não deram esperança: parada cardíaca. Já estava em uma maca aguardando para ser levado para o necrotério a fim de passar pela autópsia (é assim que pessoas como eu são tratadas), quando o médico chegou, ele dizia que uma voz insistente falava para que fosse ao hospital, impressionado foi. Ali me encontrou, e decidiu me operar imediatamente. Eu havia perdido muito sangue e era necessária uma transfusão, mas o hospital não dispunha de sangue. Incrivelmente, naquele momento chegou ao hospital uma senhora com crise asmática, sabendo da situação, depois da aparente melhora, ofereceu-se para ser doadora. A cirurgia foi um sucesso, mas como estava foragido retornei à penitenciária.

"Eu tinha um outro irmão que infelizmente ingressara na mesma vida de roubos e drogas, mas que na prisão conhecera a Verdade, e esta mudou sua vida. Agora esperava ansiosamente o dia de sua liberdade para poder servir a Deus livremente. Ali, em sua cela constantemente orava para que o Espírito Santo tocasse a minha vida. Novamente preso, eu não mudei de ideia continuei com meu plano de vingança, cada vez mais me tornara um homem cruel, liderava motins, rebeliões e era constantemente transferido.

"Certo dia depois de retornar a uma prisão que havia passado, recebi uma carta de um preso recém chegado àquela penitenciária também. A carta era de meu irmão e dizia: “Faça por ele o que você faria por mim”. O preso era um ex-comparsa de crime de meu irmão que também se convertera. Nem mesmo meu irmão entendia que a transferência era a resposta de Deus a sua oração. Um dia, foi expulso de sua cela pelos presos porque anunciava a palavra de Deus. Então me lembrei das palavras: “Faça por ele o que faria por mim”. Senti que era meu dever acolhe-lo ali em minha cela. A parti daí as coisas começaram a mudar.

"Conheci a Verdade por intermédio desse amigo, no inicio não foi fácil ceder, mas aos poucos o Espírito Santo trabalhava em meu coração. Aceitei um estudo bíblico, o que me impressionou muito a mente. E, finalmente aceitei a Cristo. O tempo se passou e cumpri minha pena. Estava feliz, agora seguiria a Cristo em liberdade, teria uma vida digna, tantos sonhos, mas a realidade do mundo é muito diferente, há pessoas cruéis, poucas oportunidades para um ex-presidiário. Voltei a viver e fazer o que aprendera, meu passado tornou-se o presente. Não tive forças para confiar em Deus, fugi de Seus braços, uma fuga que durou dezessete anos. Indo e voltando para as prisões, sem ter contato com a família, nem sequer com os meus dois filhos.

"Desesperava-me vendo a vida se esvaindo, juventude perdida, abandonado, desprezado, solitário. As drogas me aterrorizavam então clamava, gritava e Deus vinha me acalmar. Depois de ter cumprido mais 13 anos de prisão fui posto em liberdade novamente. Mas o círculo vicioso se repetia vez após vez. Quase enlouqueci. O que sentia em minha agonia e aflição era um sentimento de morte eterna, sem solução.

"Deus permitiu que eu chegasse ao extremo para me recuperar. Fui para uma penitenciária de segurança máxima. Disciplina rigorosa e severa. Ali sim, era o lugar onde o filho chora e mãe não vê. Fome, frio, sede, saudade, humilhação. Um verdadeiro campo de concentração. Vi gente morrer as mínguas por omissão de socorro.

"Então, foi nesse cerco e aperto que sem nenhum outro recurso humano me entreguei mais uma vez a Deus e desde então milagres acontecem. Minha pena foi reduzida e há um ano estou em liberdade. Hoje trabalho com vendas, e Deus tem abençoado minha vida verdadeiramente. Já alcancei R$ 38.000,00 em meu novo trabalho e, agora pude comprar um carro para facilitar minhas vendas. Estou casado com a mãe de meus dois filhos [foto acima], que também aceitaram a Verdade e foram batizados. Deus nos Deus uma casa com tudo o que precisávamos. Somos membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Uvaranas, Ponta Grossa, e participamos ativamente da Missão. Louvado seja Deus.

"A palavra de Deus diz que o coração do homem faz os seus planos, mas Deus lhe dirige os passos. Eu sou um exemplo de que o horror e amargura existem, mas há um Deus que conhece o nosso coração e certamente transforma todos aqueles que se colocam em suas mãos."

Márcio Peracin

1 comentários:

Que testemunho forte meu irmão! Espero no céu ver vc e sua família!
Deus os abençoe ainda mais, Jesus te ama mesmo muito, q belo exemplo vc nos dá!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More