quarta-feira, 3 de março de 2010

SITUAÇÃO DA COMUNIDADE E DA IGREJA NO CHILE

"Esta semana vamos reproduzir aqui em nosso Blog as notícias que estamos recebendo da equipe ASN sobre a situação no Chile. Qualquer informação adicional, visite regularmente o portal adventista:

A DSA reuniu um grupo de emergência para buscar informações, estudar formas de apoiar a igreja e a comunidade chilena e definir nossas primeiras ações.

ADRA sinaliza inicialmente com 105 mil dólares para vítimas do Chile

A administração da Divisão Sul-Americana (DSA), com sede em Brasília, organizou uma verdadeira força-tarefa para apoiar as vítimas dos terremotos no Chile, ocorridas na madrugada de sábado, dia 27. O presidente da DSA, pastor Erton Köhler, convocou uma equipe de comunicação, ADRA e área financeira para providências rápidas nesta situação de emergência. A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Internacionais Internacional (ADRA) e a ADRA da América do Sul sinalizaram com o aporte de 105 mil dólares em um primeiro momento, principalmente para ajudar a região sul (mais afetada), além de outras áreas como a própria capital. A ideia é prover mantimentos como colchões, cobertores e galões de água. O número de mortos passa de 147 segundo as autoridades governamentais.

Segundo o pastor Magdiel Pérez, secretário da DSA, não há informação de nenhum adventista morto ou ferido no Chile, porém os tremores foram responsáveis pela queda do forro da Igreja Adventista Central de Talca. Mesmo assim, o local serve de centro para receber doações e envio para os atingidos e desabrigados. O depósito da ADRA, em Talca, desabou. A sede da União Chilena, que fica em Santiago, sofreu danos consideráveis. A adventista Carol Favaro, que faz doutorado na capital chilena, relatou à reportagem que continuam ocorrendo tremores e que a sensação é de medo de novos desabamentos. “A ADRA local está tentando comprar mantimentos, mas está tudo fechado e com comunicações precárias”, afirmou.

“Estamos trabalhando de maneira incessante e conclamando a todos que orem pelos adventistas e pela população em geral do Chile que sofrem neste momento com esta tragédia”, afirma o pastor Erton Köhler.

Residências de adventistas levadas pelo mar em terremoto do Chile

Santiago, Chile ... [ASN] Outras informações sobre o terremoto do Chile chegam, inclusive em relação à situação das instituições e dos membros adventistas no país. O número de mortos, segundo a imprensa, pode passar dos 100 até o presente momento. Conforme o pastor Magdiel Pérez, secretário da Divisão Sul-Americana e que acompanha a situação em contato com líderes adventistas no Chile, na cidade de Constituición, onde há grandes fábricas de papel celulose, o mar levou muitas casas, o que incluiu sete residências de adventistas. Todos estão desabrigados.

Além disso, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais – ADRA – com um grupo de resgate urbano pertencente à Igreja Adventista, coordena ajuda à cidade de Villa Alemana, perto de Valparaíso. “Inclusive os adventistas providenciaram um albergue e um local para que as pessoas possam fazer as refeições aos necessitados”, comenta Pérez.

Casa de adventista cai no Chile, mas ninguém fica ferido

A jornalista Paola Ligascchi, que está no Chile, gravou reportagem para a Globo News e enviou informações na manhã deste sábado. A Igreja Adventista do Sétimo Dia, juntamente com a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais – ADRA, continuam atentos aos efeitos do terremoto no Chile.

Em Chillian, onde fica a Universidade Adventista do Chile, 300 presos da cadeia local escaparam e começaram a saquear o comércio e incendiar prédios. Já em Molina, onde há um colégio adventista, a casa de um membro da igreja caiu, mas a família está viva e aguarda resgate. “Ainda não temos contato do sul do Chile, mas o governo está falando que teremos surpresas tristes do sul do Chile”, informou o pastor Magdiel Pérez, secretário da Divisão Sul-Americana.

Veja abaixo a reportagem da jornalista Paola Ligaschhi, que está no Chile.

Novas informações chegaram agora há pouco através de contato com o secretário da União Chilena da Igreja Adventista do Sétimo Dia, pastor Bolívar Alaña. Conforme ele informou, realmente a sede da Missão Central do Chile, em Talca, foi destruída. A cidade de Concepción, onde há outra sede adventista chamada Associação Sul do Chile, está muito afetada com prédios afetados, mas não houve possibilidade de comunicação com adventistas daquela região. “O prédio da Universidade Adventista do Chile está com danos menores e o órgão chileno para emergências já entrou em contato com a ADRA do Chile pedindo colchas, água e colchões para ajudar os atingidos”, comenta o pastor Magdiel Pérez, secretário da Divisão Sul-Americana.

A Igreja Adventista do Sétimo Dia colocou à disposição as instituições de educação adventista para servir de abrigo temporário. Em uma cidade chamada Constitución, o mar entrou até o centro da cidade, mas não há dados confirmados sobre vítimas e destruições em prédios e residências. “A Rádio Novo Tempo esta transmitindo em vivo para o Chile e avisando que as dependências dos templos adventistas estão à disposição para que a população possa receber ajuda local”, afirma Pérez.

A administração da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul e no Chile acompanham com preocupação os efeitos de terremoto de 8,8 graus na Escala Richter que atingiu o país na madrugada deste sábado. O número de mortos já passa de 80 até agora. As informações são escassas devido à falta de comunicações em várias partes do país sul-americano. Conforme os sites noticiosos brasileiros, o abalo atingiu a região central do Chile, perto de Concepción, 400 km ao sul de Santiago, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

O mesmo instituto havia divulgado anteriormente que o tremor atingiu 8,3 graus, posteriormente 8,5 graus. Possíveis tsunamis inicialmente para Chile e Peru, posteriormente estendido para Equador, Estados Unidos, Colômbia, toda a América Central, a Polinésia Francesa, além de regiões da Antártida. Pouco após o terremoto atingir o Chile, o Japão também entrou em alerta para possíveis tsunamis. O epicentro do tremor foi localizado no mar, a 59 km de profundidade, em Maule, a 99 km da cidade de Talca. Sites de notícias do Chile não conseguem ser acessados na manhã deste sábado.

Segundo informou o pastor Magdiel Pérez, secretário da Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista, há informações de que a Missão Central do Chile da Igreja Adventista, com sede em Talca (que está a 100 quilômetros do epicentro) sofreu danos sérios em sua estrutura. “Não deixemos de orar pelas pessoas que estão sendo afetadas”, disse o líder sul-americano dos adventistas, pastor Erton Köhler que acompanha as notícias sobre o terremoto e já informou, inclusive, o presidente mundial dos adventistas, pastor Jan Paulsen.

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) do Chile está alerta para apoio a vítimas. Não há informação, ainda, de vítimas entre a comunidade dos adventistas do sétimo dia, também não se sabe se houve efeitos na Universidade Adventista do Chile, localizada em Talca. No Chile, a Igreja Adventista possui 119.026 membros com 599 igrejas e 260 grupos organizados. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) do Chile informou que, dos 16 milhões de habitantes do Chile, pelo menos 13 foram afetados pelo terremoto e tremores que replicaram após os primeiros abalos ocorridos na madrugada de sábado. Cidades como Curicó, Talca, Chillán, Concepción e Los Ángeles estão sem água e sem energia elétrica. As maiores necessidades para os atingidos são por alimentos, roupas, roupas de cama, colchonetes, colchões, camas e barracas.

Sobre as instituições adventistas, algumas sedes regionais sofreram graves danos estruturais e há informação de que, na cidade de Talca, um membro adventista teria morrido. Em Los Ángeles, o templo da Igreja Adventista Central foi destruído. Uma líder de colportagem (venda de literatura religiosa), que estava em Concepción, havia acabado de se mudar para uma casa, mas não ficou ferida.

A Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista está providenciando meios para que as pessoas possam contribuir financeiramente com as vítimas do terremoto por meio da Internet.

Informações Equipe ASN, Felipe Lemos

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More