quinta-feira, 1 de abril de 2010

SEXTO DIA DA SEMANA SANTA

Um móvel importante no santuário era o altar de incenso. Ele era assim chamado porque o sacerdote queimava incenso nesse altar diariamente. O incenso enchia o santuário com um suave aroma e difundia sua fragrância pelos arredores do tabernáculo.

Nesse altar, o sacerdote também oferecia o sangue sacrifical em favor dos pecadores. Profundas lições eram ensinadas ao povo de Deus mediante os ritos do altar de incenso.

A aplicação do sangue no altar de incenso significava o registro do pecado no santuário até o Dia da Expiação. Neste dia mediante ritos especiais, o santuário era purificado e o pecado era lançado definitivamente sobre a cabeça do originador do pecado.

A obra do sacerdote no altar de incenso era uma antecipação profética da obra de Cristo em favor dos pecadores no santuário celestial. Cristo morreu por nossos pecados e subiu ao céu para oferecer ao Pai os méritos de Seu sangue derramado na cruz do Calvário.

Hoje, Cristo está no santuário celestial intercedendo por toda a humanidade.O amor infinito de Jesus fez com que Ele sofresse a morte de Cruz para nos livrar do pecado e da culpa, e é por este amor um dia este planeta será purificado do pecado e de suas conseqüências.“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a Sua própria vida pelos Seus amigos” João 15:13.

O Amor de Deus é Incondicional. Não importa em quais circunstâncias estejamos vivendo ou em que situações estejamos envolvidos, Deus nos ama porque seu amor é incondicional.

Saiba mais sobre esse assunto visitando uma Igreja Adventista do Sétimo Dia no Sexto Dia da Semana Santa. Veja o vídeo de abertura do tema de hoje:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More