segunda-feira, 21 de junho de 2010

CRESCIMENTO DO TRIGO E DO JOIO

“Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro”. Mt. 13:30

Crescimento é algo que acompanha a vida de forma inevitável. Na verdade entre os seres vivos não crescer é considerado algo patológico. Os aspectos diversos da vida humana exigem crescimento. No campo físico, intelectual, emocional, profissional e espiritual, o crescimento, é imprescindível.

O texto lido fala de permissão para crescer, dada ao joio e ao trigo. Como se trata de uma parábola é óbvio que o significado aplica-se, não às plantas aí citadas, e sim a seres humanos; mais precisamente a pessoas que se declaram seguidoras de Cristo.

Quem está familiarizado com uma plantação de trigo pode compreender mais prontamente a mensagem de Cristo nesse texto. Ao ser semeado o trigo nasce com ele uma planta que muito se lhe assemelha, a qual lança suas raízes em direção as raízes do mesmo de forma que se entrelaçam. Se o agricultor descuidado procura arrancar o falso trigo, logo descobre o prejuízo, bem como o valor da orientação de Cristo para que se deixe crescer ambos até a colheita, para que então, seja o joio queimado, e o trigo recolhido.

Vez por outra, tem surgido interrogações quanto ao desenvolvimento de práticas, teorias e ensinos advindos de alguns membros da Igreja e mesmo de indivíduos com formação teológica, as quais não condizem com o conteúdo a palavra de Deus. Isto por vezes tem causado desanimo e tristeza em alguns membros da Igreja de Cristo. A mensagem de Cristo no texto de hoje nos ajuda a entender e conviver com esta situação. Comentando este texto a voz profética para os nossos dias adverte: “Deverá, pois, ser causa de surpresa ou desânimo a existência de hipócritas entre os Seus obreiros de hoje? Se Ele, que penetrava nos corações, suportava quem bem sabia que O havia de trair, com que paciência não deveríamos nós suportar os que estão em falta!” A Ciência do Bom Viver p. 439.

De fato ela chegou a profetizar que mesmo no período da chuva serôdia os dois grupos estarão ainda a conviver juntos. “Uma nova vida está vindo do Céu e tomando posse de todo o povo de Deus. Mas introduzir-se-ão divisões na igreja. Desenvolver-se-ão dois partidos. O trigo e o joio crescerão juntos para a ceifa.” II Mensagens Escolhidas p. 114.

Sem dúvida, os destinos que aguardam a ambos são grandemente diferentes. A grande pergunta a ser feita não deveria ser: Por que o joio tem que crescer junto com o trigo? Mas sim, como este fato pode contribuir para meu crescimento em Cristo?

Pr. Ângelo Gabriel da Silva
Missão Nordeste - UNeB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More