quarta-feira, 7 de julho de 2010

Discriminação religiosa é o “novo racismo”

A intolerância religiosa se tornou uma das principais causas de perseguição das minorias no mundo, segundo o relatório anual da organização não-governamental Minority Right Groups International (MRG), divulgado esta quinta-feira, em Londres.

Segundo a ONG, o aumento do nacionalismo religioso, a marginalização econômica e os abusos derivados das leis antiterroristas estabeleceram uma pauta crescente de perseguição das minorias religiosas, que devem fazer frente regularmente a ataques, detenções, torturas e restrições de suas liberdades fundamentais em todos os continentes.

“A intolerência religiosa é o novo racismo”, declarou Mark Lattimer, diretor da MGR.

“Muitas comunidades que enfrentaram discriminações raciais durante décadas são agora perseguidas por causa de sua religião”, acrescentou.

O relatório sobre o “Estado das Minorias e Povos Indígenas no Mundo 2010″ destaca que os muçulmanos nos Estados Unidos e na Europa são das minorias que mais sofreram com o aumento dos controles estatais e as campanhas celebradas por grupos de direita ou de extrema direita.

Após o atentado fracassado do dia do Natal por um nigeriano em voo procedente de Amsterdã que se dirigia a Detroit (Estados Unidos), as autoridades americanas decidiram controles especiais nos aeroportos para cidadãos de 14 países, 13 deles predominantemente muçulmanos.

No Iraque e no Paquistão, dois países que estavam na mira da chamada “guerra contra o terrorismo”, lançada pelos Estados Unidos e seus aliados, após os atentados de 11 de setembro de 2001, os ataques contra as minorias religiosas, como os cristãos, também se multiplicaram.

Outro problema para as minorias são as leis que, em número cada vez maior de países, obrigam os cidadãos a registrar sua religião.

No Egito, por exemplo, o governo exige que todos os documentos de identidade tragam a afiliação religiosa do portador, mas só oferecem como alternativa as três religiões reconhecidas oficialmente: muçulmana, cristã e judaica.

O informe destaca que desde 2001 vários países, entre eles Bielorrússia, Sérvia e Uzbequistão, para citar apenas alguns, introduziram ou emendaram leis de registro religioso, o que para Lattimer representa uma forma de os Estados “vigiarem e controlarem as comunidades religiosas”. [Adonainews]

Nota: Não é de hoje que a perseguição religiosa existe. Jesus predisse, ao contrário do que ensinam algumas comunidades religiosas, que o povo de Deus seria perseguido. Ele disse: "Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas" Mateus 7:16. "Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus." Mateus 5:10.

Portanto não é somente por pertencer a uma religião que a perseguição, ou intolerância virá, mas porque vivemos em um grande conflito entre o bem e o mal. Satanás o grande adversário luta para destruir o povo de Deus. Por isso Paulo adverte que "todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos." II Timóteo 3:12 e Pedro enfatiza todos a ser "sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo." I Pedro 5:8,9

Paulo expos perante a igreja os perigos e dificuldades que ele e seus companheiros haviam pacientemente suportado no serviço para Cristo. "Até esta presente hora", declarou ele, "sofremos fome, e sede, e estamos nus, e recebemos bofetadas, e não temos pousada certa. E nos afadigamos, trabalhando com nossas próprias mãos; somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e sofremos; somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos. Não escrevo estas coisas para vos envergonhar; mas admoesto-vos como meus filhos amados. Porque ainda que tivésseis dez mil aios em Cristo não teríeis contudo muitos pais; porque eu pelo evangelho vos gerei em Jesus Cristo." I Coríntios 4:11-15.

No tempo do fim, ou tempo de angústia "todos nós fugiremos das cidades e aldeias, seremos perseguidos pelos ímpios que com espadas entrarão nas casas dos santos. Ao levantarem a espada para matar-nos, ela se quebrará e caírá tão impotente como uma palha. Então todos clamaremos dia e noite por livramento, e o clamor chegará até Deus." Vida e Ensinos, 95.

Pr. Evandro Fávero

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More