quinta-feira, 29 de julho de 2010

Resumo da Lição 5 (24 a 31 de Julho)

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT
Título
“Justificação e a lei”

Texto-chave
“Anulamos, pois a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei”. Romanos 3:31

Objetivos
  1. Apresentar as três fases do plano da salvação apresentadas por Paulo em Romanos 4.
  2. A promessa da Graça – Benção divina.
  3. A resposta da fé – Resposta humana da promessa.
  4. Justificação – Justiça divina atribuída aos que crêem.
Verdade Central

“É crucial nos lembrarmos de que, para Paulo, a salvação é pela graça; é algo concedido a nós, por mais indignos que sejamos. Se a merecêssemos, ela nos seria devida, e se nos fosse devida, seria uma dívida, não um dom. E para os seres corruptos e caídos que somos a salvação precisa ser um dom.”

Lição de domingo: A Lei Confirmada

Havia alguma diferença entre os métodos de salvação do Antigo para o Novo Testamento?

Afirmações: “Paulo declara enfaticamente que a fé não anula a lei de Deus. Mesmo aqueles que guardavam a lei, ou seja, todo o corpo da lei do Antigo Testamento, nunca foram salvos por ela. A religião do Antigo Testamento, tanto como a do Novo, sempre foi da graça de Deus concedida aos pecadores pela fé”.

Abraão Creu em Deus, e isso lhe foi imputado por justiça, Romanos 4:3. Podemos ver a graça em todo o Antigo Testamento.

No ritual do santuário isso fica bem claro, pois a salvação era concedida pela morte de um substituto, não pelas obras da lei.

Exemplo: Davi pecou e transgrediu vários aspectos da lei, mas o perdão que ele alcançou foi um ato da Graça de Deus.

Lição de segunda-feira: Graça ou dívida

Quem é mais provável que reflita o amor e o caráter de Deus? O que está envolvido com o próprio eu ou o que está absorvido com Deus?

“O pecador tem que ir a Cristo, com fé, apropriar-se de Seus méritos, depor seus pecados sobre o Portador dos pecados e receber Seu perdão. Foi por esta causa que Cristo veio ao mundo. Assim é imputada a justiça de Cristo ao pecador arrependido e crente. Torna-se então membro da família real” (Ellen G. White, Mensagens Escolhidas V 1, p. 215)..

Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas. Romanos 4:7; Salmos 32:1-2

A morte de Cristo foi para todos, não importando raça ou nacionalidade (Hebreus 2:9).

Lição de terça-feira: Promessa e Lei

Que argumentos usa Paulo para demonstrar que a salvação pela fé é um ponto central do Antigo Testamento?

Se as da lei é que são os herdeiros, anula-se a fé e cancela-se a promessa, Rom.4:14. Abraão, muito antes de ter sido dada a lei no Sinai, recebeu as promessas, não pelas obras da lei (o que teria sido difícil, visto que a lei – toda a Torah e os sistemas cerimoniais – ainda não estava exposta), mas pela fé.

Os da fé é que são filhos de Abraão,... Em ti serão abençoados todos os povos. Gálatas 3:7-9

Lição de Quarta-feira: Lei e Fé

Baseado em Gálatas 3 e Rom. 4 analise com a classe esta afirmação de Paulo:

‘‘O trato de Deus com Abraão provou que a salvação vem por intermédio da promessa da graça e não pela lei. “Então, se os judeus desejassem ser salvos, teriam que abandonar a confiança em suas obras para obter a salvação e aceitar a promessa de Abraão, agora cumprida na vinda do Messias.”

Paulo diz que nenhuma lei, nem mesmo a de Deus, pode dar vida. Porque todos a violaram e, portanto, todos estão condenados por ela. A lei se torna um fardo quando apresentada sem a fé, sem a graça.

Lição de quinta-feira: Lei e Pecado

Qual é a relação entre a lei e o pecado? 1Jo 2:3-6; 3:4; Rm 3:20.

Cerca de cem anos atrás, o escritor irlandês Jonathan Swift escreveu: “Mas será que alguém diria que se as palavras beber, enganar, mentir, roubar fosse extirpadas da língua e dos dicionários ingleses por um Ato do Parlamento, na manhã seguinte iríamos acordar temperantes, honrados, justos e amantes da verdade? Essa é uma consequência justa?.

Da mesma forma, se a lei de Deus foi abolida, por que mentir, matar e roubar ainda são pecados? Se a lei de Deus tivesse sido mudada, a definição de pecado também deveria ser mudada. Ou se a lei de Deus tivesse perdido o valor, o pecado também deveria ter desaparecido. E quem acredita nisso?

A lei mostra o que é pecado; o evangelho indica o remédio para esse pecado, que é a morte e a ressurreição de Jesus. Se não houvesse lei, não haveria pecado, e então, de que seríamos salvos?

Frequentemente, ouvimos que a cruz anulou a lei. Isso é um tanto irônico, porque a cruz mostra exatamente que a lei não pode ser anulada nem mudada

Conclusão

Uma Compreensão da fé nas providências de Deus para nossa justiça é o fundamento de um relacionamento correto com Ele tanto no Antigo Como no Novo Testamento.
Dessa forma podemos sentir as bênçãos da justificação pela fé. E pormos toda nossa confiança no que Cristo fez.

Se Satanás tiver sucesso em levar o ser humano a considerar meritórias e justas as próprias obras, ele sabe que pode vencê-lo em suas tentações, e torná-lo sua vítima e presa.

Marque as ombreiras de suas portas com o sangue do Cordeiro do Calvário, e você estará seguro.

Pr. Derli Agostini
Escola Sabatina no Rio Grande do Sul (MOSR)

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More