segunda-feira, 26 de julho de 2010

Sinais do fim: "Exultai e levantai a vossa cabeça..."

Nos últimos anos fenômenos assustadores da natureza vem se sucedendo cada vez mais intensamente. O que esta acontecendo com a natureza? Onde vamos parar? Qual a solução? Estaríamos caminhando para o colapso?

O homem tem danificado a terra através de suas ações. Por isso todos estes eventos são sinais do fim. Jesus profetizou que estes fenômenos marcariam a época em que Ele voltaria à Terra (Mateus 24) e os comparou com as contrações de uma mulher que está para dar a luz. Quanto mais intensas e freqüentes mais perto o dia que o filho chegará. “A mulher, quando está para dar à luz, tem tristeza, porque a sua hora é chegada; mas, depois de nascido o menino, já não se lembra da aflição, pelo prazer que tem de ter nascido ao mundo um homem.” João 16:21

“Esse tempo está às portas. Hoje, os sinais dos tempos declaram que nos achamos no limiar de grandes e solenes acontecimentos. Tudo em nosso mundo está em agitação. Ante os nossos olhos cumpre-se a profecia do Salvador relativa aos acontecimentos que precedem Sua vinda: "Ouvireis de guerras e de rumores de guerras. ... Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares." Mateus 24:6 e 7.” Educação, 179.

Somente nos últimos dias os meios de comunicação anunciaram tragédias que revelaram mais uma vez que estes sinais estão se cumprindo diante de nós.

Na Bahia, 91 cidades estão em emergência: 41 devido à seca e 50 por causa da chuva.

"O volume de precipitações na cidade, nesse período, é o maior dos últimos 39 anos, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) da Bahia. As chuvas recentes provocaram estragos e mortes, em consequência de desabamentos. Somente em 1971 se verificou um volume de chuvas parecido. (...)"

"Das 266 cidades situadas no semiárido, diz o superintendente, 160 enfrentam anualmente um período forte de estiagem. (...) Conforme o superintendente, são quase 3 milhões de pessoas submetidas a essa condição (...) No total, de acordo com números da Coordec, existem hoje 41 municípios em situação de emergência decretada devido à seca. Enquanto isso, 50 pedidos de decretos de situação de emergência devido à chuva, sendo que 42 já foram decretados pelo Estado." (UOL)

Chuvas deixam 34 mortos e 28 desaparecidos na China.

"Pelo menos 34 pessoas morreram, 28 desapareceram e 12,4 mil tiveram de deixar suas casas entre sexta-feira (23/07) e sábado (24/07) por causa das enchentes e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas torrenciais que atingem a China. (...) Na sexta-feira, os dados oficiais registravam 742 mortos e 367 desaparecidos. (...) No sábado, outro incidente atingiu a província de Shaanxi, onde 9,3 mil pessoas foram evacuadas depois que um rio transbordou. (...) Este é o ano com mais tragédias desde 1998, quando morreram milhares de pessoas." (Terra)

No Peru a população sofre com onda de frio que chega -24°C.

"Centenas de pessoas - quase metade delas crianças muito jovens - morreram de doenças relacionadas ao frio, como pneumonia, nas regiões montanhosas do sul do Peru, onde a temperatura tem atingido -20°C. As populações rurais pobres, que vivem 3.000 metros acima do nível do mar, são as mais afetadas." (Terra)

Enquanto isso terremoto de 6 graus atinge as Ilhas Samoa, na Oceania

"Um terremoto de 6 graus na escala Richter atingiu as Ilhas Samoa na madrugada deste domingo (25/07), 16h39 de sábado pelo horário local segundo o Centro de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). O epicentro do tremor foi registrado a 237 km de Apia, capital da Samoa, com 41,2 km de profundidade. (...) Em setembro de 2009, um terremoto de 7,9 graus provocou um tsunami que arrasou povos litorâneos e deixou quase 250 mil desabrigados em Samoa e na vizinha Tonga." (Terra)

Taiwan também foi sacudida por um tremor de 5,4 graus.

"O terremoto balançou Taiwan na madrugada deste domingo (25/07), às 11h52 pelo horário local, 0h52 pelo horário de Brasília. O tremor foi registrado a 30 Km de T'ai-tung e a 260 Km da capital Taipei. O epicentro ocorreu a 29,9 Km de profundidade do solo. Até o momento, não há informações sobre danos, feridos ou mortos. (...) Em 21 de setembro de 1999, um tremor de magnitude 7,3 atingiu Taiwan e deixou mais de 2,4 mil mortos." (Terra)

No Brasil abalos sísmicos têm sido mais detectados no Nordeste.

"As cidades de Belém de Maria e Cupira, em Pernambuco, registraram mais de cem tremores de terra de baixa magnitude em um único dia. No mês anterior, os moradores de Alagoinha haviam sentido 50 tremores entre 1,8 e 3,2 graus na escala Richter. Já o terremoto de maior magnitude do ano, que atingiu 4,3 graus, ocorreu em janeiro, em Taipu, no Rio Grande do Norte, e foi sentido em um raio de 350 quilômetros." (UOL)

Ellen White escreveu que “as nações estão agitadas. Tempos de perplexidade se acham diante de nós. O coração dos homens está desmaiando de terror das coisas que sobrevirão ao mundo.” Eventos Finais, 19

“Em incêndios, em inundações, em terremotos, na fúria das grandes profundezas, nas calamidades por mar e terra, é transmitida a advertência de que o Espírito de Deus não agirá para sempre com os homens. Antes que o Filho do homem apareça nas nuvens do céu, tudo na natureza estará em convulsão.” Eventos Finais, 26

“Quão freqüentemente ouvimos de terremotos e furacões, de destruição pelo fogo e inundações, com grandes perdas de vidas e propriedades! Aparentemente essas calamidades são caprichosos desencadeamentos de forças da natureza, desorganizadas e desgovernadas, inteiramente fora do controle do homem; mas em todas elas pode ler-se o propósito de Deus. Elas estão entre os instrumentos pelos quais Ele busca despertar a homens e mulheres para que sintam o perigo. O mundo não está sem um governante. O programa dos sucessos futuros está nas mãos do Senhor.” Eventos Finais, 29,30

Por isso Paulo apela: “Irmãos, acerca dos tempos e das épocas não necessitais de que se vos escreva: porque vós mesmos sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão.” I Tessalonicenses 5:1-3.

Mais do que nunca é chegada a hora de pregar. Depois de discursar sobre os sinais do fim (Mateus 24) Jesus mencionou que o último sinal antes de Sua vinda é a pregação do Evangelho. Ele disse que “este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim” Mateus 24:14.

Portanto convido você a pregar o evangelho e a ter certeza da volta de Jesus. Ele disse: “Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, exultai e levantai a vossa cabeça, porque a vossa redenção se aproxima” Lucas 21:28.

Pr. Evandro Fávero

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More