quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Ação quer garantir que adventistas realizem concurso público

Ação quer garantir que adventistas realizem concurso público

Cinco candidatos inscritos em concurso público para cargos do Ministério Público da União (MPU) entraram com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), em que pedem a alteração da data do exame ou horário alternativo. Os candidatos são quatro bacharéis em Direito e um licenciado em História. A Assessoria Jurídica da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul acompanha o assunto, que deve afetar em torno de 500 estudantes no Brasil. Para os adventistas do sétimo dia, o sábado é um dia de repouso e adoração a Deus

Providências estão sendo tomadas em conjunto. A primeira é a de explicar ao Supremo Tribunal Federal (STF) todos os aspectos que envolvem a guarda do sábado e a outra é a de garantir que os candidatos do concurso do MPU façam a prova sem prejuízo a suas crenças. O ingresso na Justiça foi destaque em vários meios de comunicação brasileiros, inclusive sites jurídicos e governamentais, inclusive no portal do Supremo Tribunal Federal.

Todos os adventistas inscritos no concurso público do MPU para analista devem entrar em contato imediatamente com as assessorias jurídicas da Igreja Adventista nas suas regiões e informar seu nome completo, CPF e número de inscrição para que sejam enviadas as informações para a Divisão Sul-Americana. [Equipe ASN, Felipe Lemos, com informações do site G1]

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More