terça-feira, 28 de setembro de 2010

A maior necessidade do mundo

Vivemos em uma época em que se clama pela honestidade. Rui Barbosa já escreveu que "o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, e a ter vergonha de ser honesto."

O profeta bíblico escreveu uma lamentação que é mais moderna do que nunca. "Pereceu da terra o piedoso, e não há entre os homens um que seja reto; todos espreitam para derramarem sangue; cada um caça a seu irmão com rede." Miquéias 7:2

Esta semana recebi um e-mail que me chamou a atenção. Ele afirma que o brasileiro tem o costume de reclamar da corrupção no meio político mas esquece de olhar para si e para os pequenos atos de desonestidade do dia a dia. Por isso eu pergunto: Você é honesto? Antes de responder afirmativamente veja se passa no texte abaixo. Lembre-se que corrupção significa desobedecer as leis.

Portanto é desonesto quem:

1. Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas;

2. Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas;

3. Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração;

4. Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura;

5. Fala no celular enquanto dirige;

6. Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento;

7. Para em filas duplas, triplas em frente às escolas;

8. Viola a lei do silêncio;

9. Dirige após consumir bebida alcoólica;

10. Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas;

11. Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas;

12. Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho;

13. Faz "gato" de luz, de água e de tv a cabo;

14. Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado,muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos;

15. Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto;

16. Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas;

17. Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20;

18. Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes;

19. Estaciona em vagas exclusivas para deficientes;

20. Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado;

21. Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata;

22. Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca;

23. Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem;

24. Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA;

25. Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho;

26. Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo;

27. Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha;

28. Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado;

29. Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem;

30. Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve;

Então amigo, sugiro que você e eu façamos um exame de consciência antes de criticar o próximo. Jesus afirmou que se espera fidelidade nas pequenas coisas. "Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor." Mateus 25:21

E Ellen White escreveu que "a maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus. Educação, págs. 56 e 57.

Pense nisto!

Pr. Evandro Fávero

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More