sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Resumo da lição 4 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Jônatas: Nascido para a grandeza

Texto-chave
“Disse... Jônatas ao seu escudeiro: Vem, passemos à guarnição destes incircuncisos; porventura, o SENHOR nos ajudará nisto, porque para o SENHOR nenhum impedimento há de livrar com muitos ou com poucos.” I Samuel 14:6

Objetivos
1. Reconhecer o que Deus considera importante no estilo de liderança servidora de Jônatas.

2. Sentir apreciação pela fidelidade e amizade que Jônatas demonstrava tanto a seu pai Saul quanto ao jovem Davi.

3. Praticar a liderança servidora, não importando a humilhação nem os desafios que sejamos chamados a suportar.

Verdade Central
Assumindo uma função de apoio para com seu pai e para com seu melhor amigo, mesmo a ponto de sofrer a sorte de seu pai na batalha, Jônatas demonstrou a dedicação altruísta e amorosa de um líder servidor. Ele estava disposto a voltar as costas ao que o mundo considera grande e, ao contrário, buscar um tipo diferente de “grandeza” – a grandeza de Deus.

Lição de domingo: O elevado ofício da amizade

Você já foi traído por um amigo? Quais são os traços de caráter necessários para ser um amigo verdadeiro? Leia Êxodo 33:11; Provérbios 17:17e 27:9; Eclesiastes 4:10 João 15:13-15.

1. A amizade é mais que instinto;
2. A verdadeira amizade deve ser nutrida pela comunicação;
3. A amizade envolve mais do que conversa;
4. Um amigo está pronto a dar ajuda prática mesmo sob grande risco pessoal;
5. Um amigo ama, aconselha, ajuda, tem intimidade para conversar.

Lição de segunda-feira: Uma grande vitória

Como saber a diferença entre fé e presunção? Jonatas pediu um sinal a Deus (1 Samuel 14:6-13). Podemos pedir um sinal a Deus ainda hoje? Se sim, quando e como podemos pedir sinais a fim de saber qual é a vontade de Deus para nós?

1. Jônatas não confiou nas próprias forças;
2. Ele sabia que Deus é muito maior que o problema que Israel enfrentava;
3. Jônatas não dependia somente de sinais ele consultou outras pessoas tementes a Deus e partilhou com elas os seus planos e idéias;
4. Jônatas entendia que Deus não está limitado e não tentou manipulá-lo: ofereceu-se para ir ou para ficar.

Lição de terça-feira: Relação pai-filho

Jonatas se colocou a disposição de seu pai mesmo que fosse para morrer. O que significa honrar pai e mãe? Leia Efésios 6:1-3. Que coisas práticas podem ser feitas para melhorar as relações com os pais?

1. Honrar os pais significa mais que oferecer um cartão ou um presente ocasional;
2. Temos a obrigação bíblica de sustentar os pais emocional e também materialmente (I Tim. 5:8);
3. Honrar os pais não significa defender os erros deles, significa porém que temos obrigações especiais não importando o tipo de pessoas que sejam.

Lição de quarta-feira: Tomando o segundo lugar

Qual é o mais fácil: Admitir o erro ou culpar os outros? Por quê?
Qual a diferença entre a atitude de Jônatas (I Sam. 23:17) e Adonias (I Reis 1:5)? De que forma podemos controlar os sentimentos de rejeição, inveja e ódio?

1. Jonatas tinha o direito de culpar o pai pela maioria de suas dificuldades pois se Saul tivesse sido fiel Jônatas teria obtido o trono;
2. Em vez de se deixar envolver pela amargura e ressentimento ele acreditou que Deus sabia o que era melhor;
3. Ele se dispôs a tomar o segundo lugar, tentando inspirar harmonia e reconciliação entre o pai e o amigo Davi.

Lição de quinta-feira: Quando a vida não é justa

Qual foi o fim de Jônatas? (I Sam. 31:1-7) Como entender isso? O que você diria para uma pessoa que sempre cuidou da saúde e descobre que tem câncer? Ou para alguém que sempre foi fiel e não consegue um trabalho por causa do sábado?

1. Embora saibamos que o bem vencerá o mal na volta de Jesus a realidade é que os bons nem sempre ficam bem nesta vida e que os maus nem sempre se dão mal;
2. Jônatas não era orgulhoso e estava disposto de abrir mão do seu trono;
3. Como João Batista Jônatas é um exemplo dos que não conseguem alcançar o que parecem merecer na vida;
4. Sob a nossa perspectiva acontece muita coisa que não faz sentido nem parece justo. Mas a promessa é de que um dia, todas as coisas serão esclarecidas e teremos a resposta para o que agora nos parece insondável.

Conclusão

1. Jônatas é um exemplo de amigo verdadeiro, um homem de fé, que tinha respeito pelos pais, era humilde e confiava em Deus acima de tudo.
2. Jônatas lutava pelo que era correto mas aceitava a direção que Deus dava para sua vida;
3. Jônatas permaneceu ao lado de seu pai até o último momento de sua vida.

Pr. Evandro Fávero

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More