sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Você tem um sonho?

“Igualmente, o atleta não é coroado se não lutar segundo as normas.” I Tim. 2:5.

É conhecido de todos nós, ou pelo menos em parte, o famoso sermão do Rev. Martin Luther King Jr.. quando se expressou para uma grande multidão em 28 de agosto de 1963 sobre o tema: “I have a dream - Eu tenho um sonho.” Ele sonhava com a igualdade de direitos nos Estados Unidos entre brancos e negros. Isto fez parte de sua vida; viveu e morreu como mártir, lutando por esse sonho.

Ao se tomar conhecimento da história de vida de Martin Luther King Jr se percebe que ele conseguiu aflorar com lutas, palavras e atos o que latejava não só em seu coração, mas no coração de um povo. Seu sonho era o sonho de um povo. Sua causa era uma causa que latejava no coração de uma nação.

Não é necessário ser um autodidata, um grande intelectual para compreender a importância de se ter sonhos e ideais pelos quais viver e morrer. O nobre apóstolo Paulo expressou seu ideal de vida dizendo ao mundo: “para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro” Fil. 1:21. Viver neste mundo sem um ideal é passar pela vida sem viver. Todavia, não é suficiente ter um ideal, é preciso que este ideal seja digno de Deus.

Encontramos registrado nos anais da história homens e mulheres que não foram sábios na escolha de seus ideais. Seus sonhos eram sem valor eterno, e fracassaram. Em nossos dias não é diferente. Mesmo entre aqueles que se distinguem entre os mais nobres, que usufruem dos maiores privilégios dados por Deus, há os que vivem e morrem por sonhos mesquinhos e egoístas.

O sonho de muitos é viver e ganhar dinheiro, ter conforto, colecionar diplomas e troféus, é beber e se regalar com todas as taças dos prazeres terrenos. Isto é viver embriagado por devaneios, é se alimentar de vaidade, é nutrir a alma com a loucura do pecado. Tais pessoas não lutam e tampouco morrem pelos seus sonhos mas, se preciso for, mentem, corrompem e matam para realizar sonhos e desejos tresloucados.

Como Ministros do Evangelho é preciso ter sonhos mensuráveis. É preciso lutar, viver e, se preciso for, morrer por eles. É preciso sonhar e já vislumbrar pela fé a igreja amando ao Senhor de todo o coração, sendo um oásis para os sedentos, um lugar de refúgio para os cansados, um lugar de encontro para os perdidos, um lugar de vida para os que estão mortos nos seus delitos e pecados e cumprindo cabalmente o seu ministério, testemunhando o evangelho da graça, vivendo no poder do Espírito, crescendo em graça e em números a cada dia.

Li certa vez o seguinte pensamento: “Quando um ideal é maior do que a vida, vale a pena dar a vida pelo ideal.” Creio piamente que nosso maior ideal deve ser a pregação do Evangelho com fidelidade e no poder do Espírito Santo, trazendo glória ao nome de Deus, salvação para os perdidos e edificação dos crentes.

Como Ministro desta nobre causa, eu tenho um sonho. Por esse sonho quero viver e, se possível for morrer, morrerei para vê-lo cumprido. Quero investir meu tempo, meus talentos e minha vida. Estou certo de que esse não é apenas o meu sonho, mas é o sonho de todos aqueles que amam ao Senhor e ministram a Sua causa nesta terra.

Realizar os sonhos do coração de Deus tem mais significado do que realizar os nossos sonhos. Logo, nossos sonhos só são dignos de ser vividos quando eles são os sonhos de Deus!

Pr. Francivaldo Faria
Associação Sul do Pará - UNB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More