sábado, 18 de dezembro de 2010

Resistir ao óbvio é perigoso

“Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.” 1 João 4:8

Há alguns meses, pela segunda vez, aconteceu-me algo nos muitos anos pregando a Palavra de Deus. Vocês se devem estar perguntando o que ocorreu. Trata-se de uma frase muito freqüente em nossos estudos bíblicos, argumentada com toda a ênfase, e até mesmo mencionada como óbvia.

Refiro-me ao que está registrado no verso de hoje, porém, mas especialmente a frase: “Deus é amor”. A primeira pessoa que vi em minha vida ficar emocionada ao mencionar e ler este texto foi minha mãe, e creiam ainda me comovo ao ver o fervor com que a profere e vive. A segunda pessoa, depois de muitos anos, que reitera essa alegria e surpresa ao ler nas Sagradas Escrituras que Deus é amor, é a Maria, a quem conheci por intermédio da irmã Mercedes. Fui visitá-la por ocasião da morte de seu filho e começamos a estudar a fé de Jesus, com sua filha Margarita, com necessidades especiais, mas que não a impede de compreender com clareza os estudos. O tema da Segunda Vinda de Cristo e o reencontro com os seres amados fizeram com que elas vibrassem. Vi uma vez mais que resistir ao óbvio é perigoso. Minha mãe sempre me diz que ora para que todas as vezes que eu falar às pessoas elas se voltem para Cristo, para a salvação.

Minha esposa sempre me diz que ao pregar a palavra, não me esqueça de que Deus é amor. Irmãos, que lindo e refrigerante é ouvir as pessoas louvarem ao Senhor. Creio que não há alegria maior do que levar a água da vida aos sedentos. Talvez hoje você diga: “Sou eu o ministro que o Senhor necessita em Sua obra?” Acredito que sim, porque somente o pastor sabe que é pequeno diante da demanda da salvação que existe ao nosso redor é capaz de fazer essa pergunta.

Maria é uma mulher católica fiel, mas não lê a Bíblia, apenas cumpre os rituais estipulados por sua igreja. Mas ao ler na Bíblia em 1 João 4:8 que Deus é amor, sua vida mudou. Fui cansado à casa da Mercedes naquela metade de tarde para juntos irmos à casa da Maria, mas quando vi os rostos iluminados porque um pastor visitava sua casa e iria ler a Bíblia, senti uma vez mais que o Senhor reanimava a minha vida.

Hoje está estabelecido um pequeno grupo nessa casa. A Maria e a Margarita estão se preparando para o batismo, certas de que Deus é amor, pois a Bíblia assim o diz. Querido colega, sinta que o Senhor também é amor para nós. Conte-lhe tudo, porque Ele saberá dar a resposta às nossas necessidades. Lembre-se que resistir ao óbvio é perigoso.

Pr. Eduardo Mauro Velardo
Asociación Bonaerense – UA

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More