quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Resumo da lição 3 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM AO LADO PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Título: “Estresse”

Texto-chave:
“Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei” (Mateus 11:28).

Objetivos
1. Saber os bons e os maus estressores e os métodos de lidar com eles como parte de um estilo de vida equilibrado;
2. Promover abordagens centralizadas em Deus ao lidar com situações estressantes;
3. Praticar um estilo de vida saudável que inclua atividades voltadas para o serviço e que podem aliviar o estresse.

Verdade Central
Cristo era orientado para o serviço, mas Ele também reconheceu que o descanso e o tempo separado para comunhão com o Pai são importantes para um estilo de vida equilibrado e um manejo saudável do estresse.

Lição de domingo: Eventos excitantes da vida

É possível passar por momentos de estresse quando vivemos momentos de sucesso e realização? É possível ficar envaidecido conosco, mesmos nos bons tempos e perder de vista o Senhor Deus? Explique.

1. Os eventos da vida de Elias são marcados pelos contrastes;
2. Elias teve grandes demonstrações do poder de Deus;
3. Ele foi alimentado no deserto e na casa da viúva, viu a ressurreição de um menino e descer fogo do céu;
4. Mas depois disso Elias foi tomado pelos sintomas do estresse e desânimo;

Lição de segunda-feira: Eventos amargos da vida

O sucesso pode gerar estresse? Como? Por que temos a tendência de esquecer facilmente do que o Senhor fez por nós? O louvor e adoração podem ajudar nos tempos difíceis? Por quê?

1. Elias teve que participar e/ou presenciar a morte de centenas de pessoas. Isso certamente deve ter exercido um impacto emocional sobre o profeta;
2. Com a morte dos profetas, Jezabel ficou impaciente e enfurecida. Elias fugiu para o deserto e pediu a morte. Como ele chegou a esse ponto?
3. Em lugar de repreendê-lo pela falta de fé, mais uma vez Deus alimentou Elias por meio de circunstâncias especiais;
4. Era preciso o ambiente calmo do deserto e um tempo a sós, em comunhão com Deus sem nenhuma outra distração para que Elias ouvisse a voz do Espírito Santo.

Lição de terça-feira: Terapia de Deus

Quais foram os quatro remédios de Deus para Elias vencer o estresse (I Reis 19:5-9)? Devemos nós fazer o mesmo hoje? Por que e como?

1. Elias comeu alimento saudável (preparado pelos anjos de Deus);
2. Elias dormiu um sono reparador;
3. Elias praticou um exercício intenso (caminhou quarenta dias e noites);
4. Elias teve um encontro com Deus.

Lição de quarta-feira: O método de Jesus para administrar o estresse

Qual era o método de Jesus para administrar o estresse (Marcos 1:35 e 6:31; Mateus 21:17) ?

1. Todo seguidor de Cristo precisa de um lugar quieto de refúgio para encontrar tranqüilidade, para orar e ouvir Deus em Sua Palavra escrita;
2. O alvorecer O encontrava [a Jesus] em algum lugar retirado, meditando, examinando as Escrituras ou em oração. Dessas horas quietas voltava para casa, a fim de retomar seus deveres e dar exemplo de paciente labor;
3. “Freqüentemente, quando cansado, sequioso de companhia humana, alegrava-se de poder escapar para esse pacífico ambiente de família... Nosso Salvador apreciava um lar tranqüilo e ouvintes interessados. Anelava a ternura, a cortesia e o afeto humanos” DTN, 524.

Lição de quinta-feira: Levando alívio aos outros

Por que o hábito de ajudar os outros nos faz sentir melhor? Ao mesmo tempo por que é tão difícil dar de nós mesmos aos outros? Como podemos ser mais dispostos a morrer para o eu a fim de melhor servir as necessidades dos que estão ao redor?

1. Jesus utilizava toda a Sua energia para servir aos outros. Ele nunca usou Seus poderes divinos para beneficiar a Si mesmo;
2. O enfoque nos outros é um bom caminho para remover a pressão pessoal;
3. Depois de quase morrer, John Rockfeller (um dos homens mais ricos do mundo em 1891) decidiu doar parte de sua fortuna. De uma fortuna estimada em 900 milhões ele ficou com 26 milhões e sua vida se estendeu em satisfação até os 97 anos de idade.

Conclusão

a. “Na experiência de todos surgem ocasiões de profundo desapontamento e extremo desencorajamento;
b. ...É então que muitos perdem sua confiança em Deus, e são levados à escravidão da dúvida, ao cativeiro da incredulidade;
c. ...Se, em tais ocasiões pudéssemos discernir com intuição espiritual o significado das providências de Deus, veríamos anjos procurando salvar-nos de nós mesmos, esforçando-se por firmar nossos pés num fundamento mais firme que os montes eternos; e nova fé, nova vida jorrariam para dentro do ser.” Profetas e Reis, 162

Pr. Evandro Fávero

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More