quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

A família e as amizades

“Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro” Gênesis 13:11.

Quando era pastor em Assunção, conheci um bom irmão que irei chamar de Alberto (pseudônimo). Sua família era linda, duas filhas e uma esposa carinhosa. Ele era muito espiritual e possuía notáveis qualidades de liderança. Porém, um dia recebeu a visita de um “amigo” que lhe sugeriu viajar para a Espanha. A viagem seria longa e teriam de ingressar ilegalmente no país, portanto algo perigoso.

O Alberto não me consultou, pelo menos para saber qual seria a melhor decisão. Hoje, nosso irmão não mais está nos caminhos de Deus, não está perto da família e suas filhas e esposa sofrem pela estranha ausência daquele que foi pai e marido exemplar.

Dói muito pensar na forma como essa história se desencadeou, e tudo por tomar apenas uma decisão errada, sustentada por uma amizade não cristã. Nosso verso de hoje também menciona a decisão de um homem que fora abençoado por Deus, mas que colocou seus olhos nas coisas materiais e deixou de colocar sua família em lugar seguro. Ellen G. White nos diz que: “Deslumbrado pela visão de proveitos mundanos, Ló não tomou em consideração os males morais e espirituais, que ali se encontrariam. Os habitantes da planície eram "grandes pecadores contra o Senhor"; mas a respeito disto ele estava em ignorância, ou, se o sabia, não o ponderou muito. Ele "escolheu para si toda a campina do Jordão", e "armou as suas tendas até Sodoma". Quão pouco previu ele os terríveis resultados daquela escolha egoísta!” (Patriarcas e Profetas, p. 133).

No decorrer do tempo, Ló prosperou materialmente, e é possível que muito mais que seu tio Abraão. Porém, a inspiração nos diz duas coisas: as cidades planas foram totalmente destruídas pelo fogo de Deus e a família de Ló foi destruída moralmente. A influência pecaminosa das amizades de Sodoma e Gomorra permaneceram sem serem queimadas no coração da esposa de Ló, que foi movida por sua cobiça e tornada em uma estátua de sal. As filhas de Ló se perverteram pelas influências das amizades mundanas, embriagaram seu pai e cometeram incesto com ele.

Querido amigo leitor, nunca subestimemos a influência das amizades. Busquemos aquelas que nos inspiram, elevam e nos contagiem com um renovado compromisso com Deus. Cuidemos de nossa família. O Senhor nunca permitirá que nos falte algo se colocarmos toda nossa confiança nEle.

Por isso, irmão, agradeça a Deus porque hoje você pode tomar uma decisão certa e segura na Palavra de Deus, caso ainda não o tenha feito, e colocar nessas Mãos a sua família, porque ao fazê-lo você estará colocando-a no lugar certo.

Pr. Guillermo Delgado - UPS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More