quinta-feira, 23 de junho de 2011

Resumo da Lição 13 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR A LIÇÃO EM POWER POINT

Título: “Revestidos de Cristo”

Texto-chave
“Pelo contrário, revistam-se do Senhor Jesus Cristo, e não fiquem premeditando como satisfazer os desejos da carne.” (Rm. 13: 14, NVI)

Objetivos

1. Entender que é preciso estarmos revestidos de Cristo.

2. Compreender que deve haver, inevitavelmente, a morte da natureza terrena, se queremos as novas vestes de Cristo.

3. Saber que, por meio da fé, Cristo tira de nós as veste sujas – símbolo de pecado e da condição do homem sem Deus - e nos veste de roupas limpas – símbolo de Sua justiça e de Seu caráter, condição do homem com Deus.

4. Aceitar ser despojado da antiga natureza (vestes sujas) e ser revestido da justiça de Cristo.

Verdade Central
Só Jesus Cristo é nossa garantia de vida imortal futura.

Lição de domingo: Herdeiros conforme a promessa

De que promessa nos tornamos herdeiros? Que implicações práticas isso tem para nossa vida hoje? (Gl. 3: 26-29)

1. Quando entregamos nossa vida a Cristo, automaticamente nos tornamos descendentes de Abraão e herdeiros da promessa. (Gl. 3: 29)

2. Se aceitamos o dom divino da salvação, Deus nos reveste de Sua justiça por meio de Cristo e podemos reclamar Suas promessas como se fossem nossas. (Gl. 3: 27)

3. No reino celestial, todos recebem a mesma vestimenta de Cristo pela fé.

Lição de segunda-feira: Nenhuma provisão para a carne

Por que é tão importante não haver qualquer provisão para a natureza carnal? De que forma ela pode continuar sendo alimentada na vida dos que professam a fé em Cristo? (Rm. 13: 14)

1. É preciso haver a morte diária do EU, isto é, o cristão precisa deixar de ser o senhor da própria vida.

2. O coração dos problemas humanos é o problema do coração.

3. Em nosso viver diário, o Senhor prepara diversas situações com o objetivo de negarmos a nós mesmos. É preciso, pois, estarmos atentos a esses sinais.

Lição de terça-feira: Despir e Vestir

De que é consequência a morte espiritual de que fala Paulo? Em outras palavras, como ela é possível? (Cl. 3-1-4)

1. A natureza carnal está em clara oposição à natureza espiritual, renovada. (Cl. 3: 9)

2. Paulo propõe, por meio de um imperativo (“Pensai”), que nossos pensamentos estejam naquilo que agrada a Deus. (Cl. 3: 2)

3. A morte para o pecado implica rompimento total de laços com ele e uma nova vida de entrega a Cristo e de comunhão com Deus. (Cl. 3: 5-10)

Lição de quarta-feira: Num piscar de olhos

Paulo afirma que nosso corpo será revestido da incorruptibilidade e da imortalidade. Como essa bendita promessa afeta nossa forma de agir em relação a tudo aquilo que é corruptível e mortal? (I Co. 15: 49-55)

1. Mais uma vez, Cristo nos reveste, dá-nos um corpo novo, glorioso, definitivamente incorruptível e imortal.

2. A bendita esperança da restauração total em Cristo renova nossa fé diária.

3. Nossa esperança de restauração está em Cristo, por isso jamais devemos nos apartar dele.

Lição de quinta-feira: Nossa habitação celestial

Que importância temos dado àquilo que Deus tem preparado, ou seja, às provisões que ele tem feito, para aqueles que O amam? Como devemos proceder hoje a fim de sermos revestidos de incorruptibilidade? (I Co. 5: 1-5)

1. Paulo contrasta o corpo terrestre – corruptível e mortal – com o novo corpo, revestido de glória e de imortalidade. (2 Co. 5: 1)

2. Há uma condição para que nosso corpo mortal seja revestido da imortalidade: sermos encontrados por Deus vestidos, e não nus. (2 Co. 5: 2 e 3)

3. Na metáfora do “gemer de angústia”, Paulo alude à importância de não estarmos conformados a este mundo e destaca a necessidade de nosso corpo mortal ser absorvido pela vida. (2 Co. 5: 4)

Conclusão

1. Só há uma maneira de recuperarmos a vida eterna perdida no Éden, vida que foi perdida por causa da entrada do pecado: entregando o EU para ser morto por amor a Cristo e ao evangelho.

2. Com a morte da natureza terrena, somos revestidos de Cristo e habilitados a adotar seus princípios, a imitar Seu exemplo, a aceitar sua direção em nossa vida.

3. É necessária a morte espiritual do corpo corruptível, que é resultado de uma entrega completa da vontade humana a Deus mediante a fé em Cristo, a fim de sermos revestidos da imortalidade.

4. Revestidos de Cristo, renovados nEle, a vida do cristão se torna inseparável da de Cristo; passamos a ser um com Ele.

Pr. Amauri Alves
Distrital de Rolante - ASR

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More