sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Resumo da lição 1 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título
“Paulo: apóstolo dos gentios”

Texto-chave
“Ouvindo isso, não apresentaram mais objeções e louvaram a Deus, dizendo: ‘Então, Deus concedeu arrependimento para a vida até mesmo aos gentios!’” Atos 11:18

Objetivos
1. Conhecer os eventos que motivaram a pregação do evangelho aos gentios.

2. Entender os passos do processo de transformação da vida de Paulo, de fariseu à evangelista dos gentios.

3. Conhecer os próprios talentos e habilidades a serem usados por Deus para a obra de pregação do evangelho.

Verdade Central
No início da igreja cristã, Saulo de Tarso foi um cruel inibidor do crescimento da Igreja. Mas com a transformação de sua vida em resposta ao chamado de Deus a pregação aos gentios foi o foco de seu ministério e posteriormente da Igreja.

Lição de Domingo: Perseguidor dos cristãos

De que maneira podemos estar equivocados como Paulo ao fazermos coisas erradas pensando estar agindo corretamente? Será que muitas vezes nosso zelo ao defender as coisas certas não tem ferido ou perseguido alguém que precisa do nosso amor?

1. O Zelo não está acima do amor.

2. Estevão falou a verdade, mas o zelo de Paulo “o cegou”. Na estrada de Damasco, Paulo já estava cego por seu zelo.

3. A humildade, contrição e o contato com Cristo nos fazem ver e analisar nossas atitudes para com aqueles que estão ao nosso redor.

Lição de Segunda-feira: A conversão de Saulo

A ferocidade com que Paulo defendia a perseguição dos cristãos, mais tarde “transformou-se” também em ferocidade, mas agora na pregação do evangelho que antes ele condenava. Será que muitas vezes não estamos ‘julgando’ ovelhas de outros apriscos pensando que por defenderem a verdade em que foram ensinadas nunca estarão em nosso aprisco?

1. Os mesmos dons usados para defender a fé que conhecem atualmente serão usados da mesma maneira para defender futuramente a fé que conhecerão e que os transformará.

2. Existem pessoas em nosso mundo com qualidades que são usadas para ganhar outras pessoas ou dinheiro. Estas pessoas (muitas delas as chamamos de secularizadas) poderão unir-se a nós futuramente para usar estas qualidades para a pregação do evangelho.

3. Existem muitos ‘Saulos’ modernos defendendo seu estilo de vida em empresas, clubes, igrejas, bares, etc. Será que não estamos desprezando a eles para os levarmos à salvação?

Lição de Terça-feira: Saulo em Damasco

Coloque-se na situação de Ananias: Ele esperava Saulo e não Paulo! Ele esperava fugir dele e não acomodá-lo em casa. Esperava um homem orgulhoso e não um humilde ser humano cego e pronto a defender uma causa que perseguia. Em que situações podemos nos identificar com Ananias?

1. Em nossa família: que tipo de pessoas gostamos de receber em nossa casa? Apenas aqueles que esperamos que nos ofereçam algo e não aqueles a quem podemos oferecer?

2. Em nossa igreja: a quem recepcionamos e recebemos? Apenas aqueles que já têm aparência de cristãos ou aqueles que já conseguimos ver como cristãos?

3. Da mesma maneira que Deus avisou Ananias Ele nos avisa hoje que precisamos receber a todos que Ele nos manda. É Deus quem manda pessoas para virem à nossa casa ou nossa igreja! E Ele só manda se estamos preparados para recebê-las.

Lição de Quarta-feira: O evangelho vai aos gentios

A perseguição fez com que os cristãos fossem para Antioquia. Esta era uma cidade muito diversificada em sua cultura e seu povo. De que maneiras esta situações servem de lição para nossa igreja nos dias de hoje?

1. A perseguição para os cristãos pareceu algo ruim, mas foi a maneira de Deus cumprir o Seu propósito de que Seu povo se espalhasse levando a toda à Terra a sua mensagem. Da mesma maneira, se hoje não cumprirmos nosso propósito de nos espalharmos pela Terra levando sua mensagem, talvez Deus precise interferir em nossa história para que cumpramos Seu propósito. Talvez até mesmo através de uma perseguição.

2. Assim como Antioquia, nossa sociedade hoje é tremendamente diversificada em termos de cultura e etnia. Essa diversificação nos diz que, a exemplo dos dias da Igreja Cristã Primitiva, nós devemos nos adaptar a esta realidade usando-a não como impedimento para a pregação, mas como um meio para difundir a mensagem.

Lição de Quinta-feira: Conflitos dentro da igreja

Conflitos existem em todos os lugares onde existem pessoas, inclusive dentro da Igreja. Como os conflitos podem ser solucionados dentro da Igreja? Qual deve ser o princípio usado por nós e que foi usado pelos apóstolos na resolução dos conflitos?

1. Quando temos um foco, uma missão, um objetivo a ser alcançado.

2. Quando surgem os conflitos deve-se levar em conta o cumprimento da missão. Se os conflitos servem para colocar-nos no rumo do cumprimento da missão, são positivos.

3. Se os conflitos acabam por afastar pessoas do cumprimento da missão e da salvação, saberemos que eles são apenas um instrumento satânico para nos afastar do cumprimento da missão.

Conclusão

1. Nosso zelo não pode nos cegar. O amor nos faz enxergar o que o Senhor quer que vejamos.
2. A transformação das pessoas pelo poder do Espírito fará com que muitas delas se unam à nós para pregarem o evangelho da mesma maneira como hoje defendem seus princípios.
3. Deus nos manda pessoas sempre que estamos preparados para recebê-las.
4. Os impedimentos para a pregação do evangelho (diferenças culturais, pessoais e conflitos) devem ser um meio de fazer-nos ver qual é o nosso foco e objetivo a serem cumpridos.

Pr. Paulo Lopes
Departamental de Escola Sabatina no RS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More