terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O Poder da vontade

“Porque, se há boa vontade, será aceita conforme o que o homem tem e não segundo o que ele não tem.” II Coríntios 8:12

O que você faria se lhe pedissem para levantar 83 quilos? Diria: “Eu não tenho força” ou “Eu não tenho força suficiente para levantar isso”?

O levantamento de peso requer nada menos que músculos. Seu objetivo é levantar o máximo de peso, superar os próprios limites e desafiar o corpo. A prova tem duas partes: arranque, em que de uma única vez o atleta levanta a barra acima do corpo e arremesso, que exige mais força e precisa durar pelo menos três segundos.

Pelo prazer de uma medalha, esses atletas têm três chances de levantar pesos superiores aos de seu próprio corpo e às vezes até o dobro, no melhor tempo.

Voltando ao início, não ter força suficiente talvez seja a resposta mais apropriada, pois a força, ainda que pequena, treinada e disciplinada pode vir a se tornar suficiente para que se levante um grande peso.

Quando rejeitamos um desafio por nos sentirmos frágeis, não significa que não tenhamos força de vontade para encará-lo. Talvez essa força seja ainda insuficiente e precise de treino. E depende de escolhermos exercitá-la ou não.

Muitas coisas não acontecem em nossa vida porque escolhemos não treinar a força da vontade. Grandes e variados são nossos desafios, a começar com a luta contra nós mesmos, nosso egoísmo, nossos hábitos nocivos, nossa negligência em nos apropriar da força que vem do Alto e de nos submetermos a Ele.

E os desafios que encontramos no relacionamento com nossa família, com nossos colegas, na resolução dos impasses que surgem, na busca de alcançar nossos alvos diante de Deus?

Um campeão em levantamento de peso se define pela força exercitada que o faz levantar o máximo de peso. E você já pensou como se define um campeão? A inspiração responde: “A impossibilidade está em vossa própria vontade. Se não quiserdes, não vencereis. A dificuldade real vem da corrupção de um coração não santificado, e da involuntariedade de se submeter à direção de Deus.” PJ, 331 “Você só precisa compreender a verdadeira força da vontade. Este é o poder que governa a natureza do homem: o poder de decidir e escolher. Tudo depende da ação correta da vontade. O poder de escolha que Deus deu ao ser humano deve ser exercitado...’’ CC, 47

Que sejamos vitoriosos, pela graça de Deus, exercitando o dom que Ele nos deu de escolher, de exercer corretamente a ‘vontade de nos submeter constantemente à vontade de Deus’.

Pr. Gilson Grüdtner

Associação Paulista Sudoeste/UCB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More