domingo, 11 de março de 2012

A missão e a oração

“Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus”. Atos 4:31

Os discípulos louvaram a Deus pela libertação dos apóstolos Pedro e João que haviam sido encarcerados depois do milagre no templo, quando um homem coxo foi curado em nome de Jesus. Eles haviam testemunhado diante de um tribunal de pessoas relacionadas com o sumo sacerdote. Ali estavam Anás e Caifás e foram mencionados outro João e Alexandre que nada puderam fazer contra eles, pois o povo apoiava os acusados.

Os discípulos oraram intensamente, repletos de alegria pela manifestação do poder de Deus. A oração por eles proferida partiu de um coração agradecido pela bênção de Deus. O seu coração é agradecido pela bênção do Senhor? Meditando nisso, perguntei-me qual é a maior bênção de Deus em minha vida? Muitos podemos dizer que é a saúde, a vida, os bens, algum milagre do Senhor, e creio que tudo isso representa bênçãos, mas tenho a certeza de que a maior e a melhor de todas elas é a presença de Deus em minha vida; o Espírito Santo guiando minha existência por meio de sua voz e influência poderosa para testemunhar de quem Ele é.

O lugar em que estavam reunidos tremeu diante da presença do Espírito Santo. Deus faz os montes tremerem com Sua presença, quão grande é o nosso Deus!

Há 167 anos, um grupo de crentes, que esperava a volta do Senhor Jesus, em 22 de outubro de 1844, sentiu-se escarnecido quando o Senhor não regressou. O Senhor não deixou de cumprir a promessa, apenas Miller interpretou mal o evento anunciado pela data profética, descoberta no livro de Daniel. Um grupo de fiéis seguiu orando e rogando a Deus para que fosse esclarecido quanto a esse erro profético. Deus lhes mostrou, em um milharal, o céu aberto e o Filho do homem passando do lugar santo para o lugar santíssimo no santuário celestial, revelando que o juízo investigativo estava iniciando no céu em favor de Seu povo, mensagem que tem sido pregada pela igreja desde então.

Hoje, quando nos encontramos nos últimos dias nesta terra, devemos nos unir em oração. Devemos enfrentar tempos diferentes do dos apóstolos e dos primeiros adventistas, mas nossa disposição deve ser a mesma: buscar Deus em oração, como indivíduos e como povo. A oração conferirá poder ao nosso testemunho. Veremos grandes milagres devido à presença de Deus. Convido-o a, cada dia, dedicar tempo especial à oração, à comunhão com nosso Senhor. Que Deus o abençoe.

Pr. Juan Carvacho
Associação Metropolitana do Chile - UCh

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More