quinta-feira, 24 de maio de 2012

O dia prazenteiro

“Disse Jesus também aos discípulos: Havia um homem rico que tinha um administrador; e este lhe foi denunciado como quem estava a defraudar os seus bens.” Lucas 16:1-3

Hoje, quando você acordou, certamente pensou no quão valioso é o dia, não devido às nuvens ou devido a um dia frio e cinzento, tampouco pela chuva, mas porque por trás das nuvens, mesmo que esteja frio, há um sol quente brilhando eternamente, dia após dia quando você abre os olhos. Hoje seu dia poderá ser prazeroso caso o veja como uma oportunidade para retomar as atividades quotidianas que não necessitam ser monótonas, visto que você pode crescer ilimitadamente e servir a outros como fez Jesus.

O texto de Lucas enfoca a infidelidade do servo diante do homem rico. Se considerarmos o texto fazendo uma antítese, ele ficaria mais ou menos assim: “Havia um homem pobre que tinha um servo e esse foi exaltado diante dele por ser muito cuidadoso com seus bens”.

Se esse fosse o caso e o mordomo tivesse um superior sem bens materiais e mesmo assim cuidasse do que ele não tinha, certamente poderíamos inferir que a mordomia do servo era tão fiel que até mesmo cuidava dos bens não materiais, como a saúde de seu senhor, o fato de estar vivo, de compartilhar, conversar, incentivarem-se mutuamente, olharem, sorrir – nada que ver com o material.

A maior parte dos dias saímos de casa buscando fazer o melhor para poder servir a nossos superiores e mesmo quando somos independentes, buscamos melhorar para atender melhor a nossos clientes ou consumidores de nossos produtos, se esse fosse o caso. O ponto de enfoque é que a Escritura se cumpre em nós visto que sempre representamos um serviço e interdependência entre uns e outros, além de sabermos que sempre haverá alguém que é superior ou inferior a nós, no bom sentido da palavra.

Não obstante, o certo é que o serviço primordial sob o qual me movo diariamente não é um homem, e não é rico, na verdade Deus, que nos conhece mesmo antes de havermos sido concebidos, que é Poderoso, é o dono de todo o Universo e tem um plano maravilhoso para mim.

Hoje quero convidá-lo a fazer deste dia um dia prazenteiro, mas não no contexto do texto que citamos no sentido de ser dissolutos, mas encontrando prazer no beijo de seu filho, de sua esposa, de seu pai, mãe ou em simplesmente olhar-se no espelho e ver como você é especial. Você pode sentir prazer ao saber que é valioso aos olhos de Deus que Se empenha por abençoá-lo e lhe dar o melhor de cada dia.

Hoje você pode sentir prazer em cumprimentar as pessoas a quem ama, em desfrutar de tudo ao seu redor e tornar o negativo em positivo, apenas com a ajuda e a bênção de Deus. Hoje, decido viver feliz porque sirvo a um Deus real que me deu o privilégio de poder caminhar, ver, sorrir e desenvolver-me, a despeito de meus defeitos e limitações. Decido incrementar o prazer de viver a vida, entregando aos demais uma mensagem sem palavras a respeito de um Deus que me faz viver dias prazeirosos.

Pastor Martín Santibañez
Missão Sul Austral do Chile– UCh

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More