domingo, 15 de julho de 2012

Resumo da lição número 3 da Escola Sabatina

 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título: Tessalônica nos dias de Paulo 

Texto-chave 

“Embora seja livre de todos, fiz-me escravo de todos, para ganhar o maior número possível de pessoas”. I Coríntios 9:19

Objetivos

1. Entender que a abordagem missionária deve levar em conta o contexto em que a comunidade vive e considerar as necessidades individuais de cada pessoa.

2. Sentir que a verdade bíblica tem mais poder quando ela é vivida e não apenas pregada.

3. Fazer: aplicar os princípios bíblicos na pregação do evangelho.

Verdade Central 

A maneira eficaz como Paulo trabalhou com os Tessalonicenses ensina os cristãos a se aproximarem das pessoas com êxito atingindo seus corações e necessidades.

Domingo: Os Romanos chegam a Tessalônica 

O que aconteceu com Tessalônica com a chegada dos Romanos?

 Instabilidade econômica principalmente nas classes menos favorecidas devido à guerras e mudanças no governo.

 Insegurança política devido à substituição de líderes nacionais por estrangeiros.

 Exploração Colonial para suprir as necessidades do Império Romano.

 Em resumo, a ocupação de Roma criou tensões significativas. O povo aguardava por mudanças.

Segunda-feira: Uma resposta pagã a Roma 

Qual era a esperança dos Tessalonicenses?

 Surgiu entre eles a crença popular em Cabirus. Esta fase do povo Tessalônico mostra a necessidade que as pessoas tem de um Salvador!

 A resposta romana foi afirmar que Cabirus já havia vindo na pessoa de Cézar. A esperança foi confundida. As pessoas estavam decepcionadas e confusas.

 Com um vazio em seus corações estava preparado o caminho para a pregação do evangelho. Somente o SENHOR pode preencher o vazio do coração humano.

Terça-feira: O Evangelho como um ponto de contato 

É o evangelho, a verdadeira necessidade das pessoas?

 A abordagem cristocêntrica de Paulo em seu primeiro contato com os Tessalonicenses supriu suas necessidades espirituais.

 O evangelho tem maior impacto quando influencia as necessidades, esperanças e sonhos das pessoas.

 O povo em geral está mais aberto à mensagem bíblica em períodos de mudanças (problemas existenciais, saúde, financeiro e etc). Vivemos neste tempo. É importante aproveitar as oportunidades que surgem para a proclamação da mensagem de salvação que liberta as pessoas (João 8:32) e aponta uma nova esperança (Ap. 1:7).

Quarta-feira: Paulo, “o pregador de rua” 

Quem são os mensageiros e qual é a mensagem?

 Os filósofos da época anunciavam nas praças e ruas a mensagem de autoconfiança e crescimento moral. Para eles a solução estava no próprio ser humano pecador.

 Paulo também pregava nas ruas e praças. Sua mensagem buscava formar uma comunidade duradoura, separada dos padrões seculares (I João 2:15-17). Sua pregação era a proclamação da verdade e a revelação da poderosa obra de Deus na salvação da humanidade.

 A maior mensagem de um pregador é a sua própria vida, Jesus mesmo afirmou em Mateus 7:16: “pelos seus frutos o conhecereis”. Paulo procurando afastar o ceticismo que cercava os pregadores e filósofos itinerantes viveu uma vida de abnegações e sacrifícios. Ele vivia o que pregava e você?

Quinta-feira: Igrejas nos Lares 

Qual a estratégia de Paulo para o estabelecimento de novas Igrejas?

 Igreja nos Lares (Pequenos Grupos, Rm. 16:5).

 Promove um contato mais pessoal com as pessoas da comunidade a ser trabalhada. Torna a Igreja mais acessível às pessoas.

 Onde não é permitido legalmente o funcionamento de uma Igreja, os lares entram como saída para a pregação do evangelho.

Conclusão

1. A providência Divina estava dirigindo o movimento das nações, preparando os corações para a chegada do evangelho.

2. A necessidade de esperança dos Tessalônicos mostra o desejo humano de encontrar paz, segurança e felicidade. O evangelho de DEUS promove tudo isso.

3. É importante alcançar as pessoas onde elas estão, suprindo suas necessidade e anseios com a Bíblia.

4. O maior testemunho de um cristão é o que ele vive e não o que ele fala.

5. O trabalho com Pequenos Grupos é uma estratégia bíblica e relevante para alcançar as pessoas onde elas estão

Pr. João Nicolau 
Pastor do Distrito de Indaial/SC, pertencente à Associação Norte Catarinense – ANC

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More