sexta-feira, 31 de agosto de 2012

A Vinda Repentina

“Vigiai! Porque não sabeis o dia nem a hora [...]” Mateus 25:13

Para Cristo, a informação do dia e hora de Sua volta não são tão relevantes quanto o preparo para esse encontro. Ele deixou claro que Sua vinda será repentina, e aqueles que anseiam por esse dia devem ficar atentos. Nessa advertência, Cristo revela Seu desejo de ter discípulos diligentes, virtude fundamental de Seus discípulos. Quem tem essa virtude, vive com atenção aos sinais, vive com urgência na missão, não vive de maneira distraída no engano e no erro, mas deixa a vida sempre arrumada, como se a qualquer momento fosse encontrar-se com o Senhor.

Certo homem foi interrogado: “O que faria da sua vida se soubesse que Jesus viria hoje?” O homem respondeu: “Viveria exatamente como estou vivendo hoje, em completa diligência”. A contínua vigilância é fator determinante para manter o ministro com força, estímulo e esperança. Esse é o desafio que Deus nos impõe, embora sejamos tentados a viver de maneira displicente, dando lugar à frieza e ao desamor.

Cristo nos chama a viver a ardente expectativa de Sua glória. É empolgante a promessa do retorno de Jesus. Essa sensação de chegada repentina deve nos levar a viver uma vida de entrega, sem reservas, entendendo que pouco tempo nos resta para uma missão tão grandiosa.

Não podemos ser pegos de surpresa, pois esse encontro será único, será uma festa incomparável, a festa da nossa redenção. Será uma festa cara, pois foi paga com o sangue precioso de Jesus e foi preparada com suor e muita lágrima. Por isso, a demora de Jesus tem sentido! Ele tem dedicado paciência, misericórdia e tempo porque ainda há muitos que
não estão preparados para esse encontro. A entrega com mais esmero e paixão ao ministério é o que Jesus espera de todos nós, pois o tempo está se esgotando. E nos foi dado o dever de anunciar e apressar a apoteótica e inconfundível vinda do Senhor.

Nas últimas palavras de Apocalipse, Cristo diz: “Certamente venho sem demora” (Ap 22:20). Embora não saibamos o dia e a hora de Seu regresso, os sinais nos fazem saber que já é hora de erguer a cabeça e sentir o antegozo da salvação.

Essa experiência de fé na certeza da volta imediata de Jesus tem um forte efeito na comunhão, no ministério, nos relacionamentos e nos nossos projetos. Cabe-nos viver uma vida viva, bonita, empolgante, que dá sinais de quem já sente na alma e no coração o dia da redenção e de quem já sente o gostinho de ver face a face o Rei do universo. “Vem Senhor Jesus!” (Ap 22:20).

Pr Paulo Henrique A. Aderaldo 
Associação Costa Norte - UNeB

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More