domingo, 19 de agosto de 2012

Resumo da lição número 8 da Escola Sabatina


 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT

Título: Os mortos em Cristo

Texto-chave 

“Portanto o Senhor mesmo, dada a Sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro” 1 Ts 4:16

Objetivos 

1. Saber que, por causa da ressurreição de Cristo, a morte é somente uma separação temporária dos amados cristãos.

2. Aceitar o fato de que o próprio Cristo providenciou uma solução para o problema da morte.

3. Testemunhar sobre este esperança e animar os que estão sofrendo com a perda de um familiar querido.

Verdade Central

A morte não é o capítulo final na vida de um seguidor de Cristo, mas somente uma separação temporária que dará lugar a um reencontro glorioso na manhã da ressurreição.

Domingo: A situação em Tessalônica 

De acordo com I Tessalonicenses 4:13-18, quais eram as falsas crenças que estavam prevalecendo em meio aos tessalonicenses na época de Paulo?

• A ideia de que nem todos os fiéis teriam participação no “mundo por vir”, mas somente os que estivessem vivos no fim seriam levados ao Céu.

• Os que morreram antes do fim seriam ressuscitados, mas permaneceriam na Terra.

• Essa ideia “ignorante” estava trazendo sofrimento e deixando muitos corações sem esperança.

Reflexão: Não é difícil de compreender o sofrimento de alguns tessalonicenses sobre este assunto da morte. A maioria das pessoas vivia poucos anos. A taxa de mortalidade entre crianças era alta. Muitos que sobreviviam à infância morriam entre os vinte e quarenta anos. Eles tinham má nutrição, condições sanitárias precárias, ferimentos e doenças que não tinham remédios. A vida era difícil e a morte poderia acontecer a qualquer momento deixando os corações quebrantados.

Segunda-feira: Tristeza e falta de esperança 

Qual era o propósito de Paulo ao escrever este trecho das escrituras?

• Levar esperança aos corações tristes pela perda de um ente querido.

• Trazer uma visão correta sobre a questão da vida após a morte, pois havia muitas teorias pagãs entre os novos crentes.

• Mostrar que a verdade sobre a natureza da segunda vinda de Cristo poderia trazer razões gloriosas de conforto em tempos de perda.

Medite: “Os tessalonicenses tinham se apegado com avidez à ideia de que Cristo havia de vir para transformar os fiéis que estivessem vivos, levando-os com Ele. Haviam cuidadosamente guardado a vida de seus amigos, para que não morressem e perdessem assim a benção que eles aguardavam receber na vinda do Seu Senhor. Porém, um após outro, seus amados foram sendo separados deles. Com angústia, os tessalonicenses tinham contemplado pela última vez o rosto de seus mortos, quase não ousando esperar encontrá-los na vida futura.” Atos dos Apóstolos, 259

Terça-feira: Morte e ressurreição 

Que duas lições sobre morte e ressurreição Paulo apresenta em seu texto?

• 1º Lição: Para Paulo assim como para a maioria dos judeus de sua época a morte era como “um sono”. A expressão “Os que dormem” aparece três vezes no texto e acentua esta ideia.

• 2º Lição: Assim como Cristo morreu e ressuscitou, a garantia de que os que morreram em Cristo também ressuscitarão é certa. Se cremos na ressurreição de Cristo, devemos também acreditar na ressurreição dos que morreram nEle.

Para discussão: Quem você deseja reencontrar na manhã da ressurreição? De que pessoas você sente falta? Qual será a primeira coisa que você fará ou falará quando esse reencontro ocorrer?

Quarta-feira: Ressuscitar em Cristo 

De acordo com Paulo o que acontecerá quando Cristo voltar?

• A trombeta soará ao som do arcanjo. Será um evento glorioso e majestoso.

• Os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro.

• Depois os justos vivos subirão para o reencontro com os queridos e com Cristo nos ares.

• Estaremos para sempre com o Senhor gozando a Vida Eterna.

Reflita: Como está a sua vida? Têm sofrimentos, lutas, aflições? A volta de Cristo com poder e gloria, com estrondos, coros de anjos, ressurreição de mortos, transformação, etc., em certo sentido não nos parece irracional? No entanto é nisto que acreditamos. Se você pode confiar no Senhor em uma coisa assim, como não pode confiar nEle nas coisas menores com as quais está lutando?

Quinta-feira: Consolem uns aos outros

• Esta profecia de Paulo é muito valiosa na medida em que influencia nosso relacionamento com Deus e com os outros.

• As palavras deste texto têm como tema principal o ato da reunião de uns com outros e com Jesus.

• Cabe a cada adventista compartilhar esta esperança com os familiares, amigos e vizinhos.

• E finalmente, considere a nossa grande esperança como uma “coisa do outro mundo”. Afinal, que esperança real este mundo nos oferece em longo prazo? Como podemos aprender a não ficar tão envolvidos naquilo que não traz nenhuma esperança?

Conclusão 

1. Precisamos viver como “adventistas” mostrando ao mundo os aspectos distintivos de nossa crença, como por exemplo: a questão da mortalidade da alma.

2. Paulo corrigiu uma série de equívocos sobre o estado dos mortos e os acontecimentos em torno da volta de Jesus. Devemos fazer o mesmo.

3. Devemos viver a “esperança” da volta de Jesus e o consolo de que, em breve, veremos a Cristo e nossos queridos que dormiram no Senhor. “Consolem uns aos outros com esta promessa”

Pr. Fábio Corrêa 
Departamental de Escola Sabatina da Associação Catarinense - AC

1 comentários:

Muito boa essa agilidade da lição comentada!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More