terça-feira, 18 de setembro de 2012

Levante-se para vencer!

"Este se levantou, e feriu os filisteus, até lhe cansar a mão e ficar pegada à espada. Naquele dia o Senhor operou um grande livramento. O povo voltou para junto de Eleazar, somente para tomar o despojo." 2 Samuel 23:10;

Fico impressionado quando leio o relato que está em 2 Samuel 23:8-39. Esse texto fala sobre os valentes de Davi, sobre os soldados que foram escolhidos a dedo, que faziam parte do pelotão de elite do rei. Entre eles estava Eleazar (v. 10). Ele se levantou para cumprir com a missão que havia recebido do rei.

Eu e você também somos soldados. Somos soldados do Rei do Universo. Um dia nós também recebemos uma missão. Fomos escolhidos, fomos chamados para cumprir a missão; nós nos levantamos para conquistar nobres e elevadas metas. Este, sem dúvida, é um grande começo. Mas como tem sido o nosso desempenho? Com que intensidade estamos lutando hoje?

O Soldado Eleazar “se levantou, e feriu os filisteus, até lhe cansar a mão e ficar pegada à espada.” Nas entrelinhas do verso 10, encontramos quatro palavras-chave que fazem parte da vida dos vencedores: motivação, ação, determinação e persistência.

Eleazar era um soldado motivado, por isso “se levantou” para vencer. A motivação o levou à ação, “se levantou, e feriu os filisteus”. O conferencista Gilcler escreve que “enquanto os desmotivados reclamam... os motivados sonham, planejam e fazem.”

Eleazar também era um soldado determinado. Sua meta era vencer os inimigos, e ele a conquistou. É importante notar que a vitória foi possível porque Eleazar também foi persistente, “e feriu os filisteus, até lhe cansar a mão e ficar pegada à espada.”

Ele não desistiu enquanto não rompeu a fita de chegada. Embora estivesse cansado, com sua mão dolorida e ferida, ele continuou lutando, até que “o Senhor operou um grande livramento naquele dia.”

Em qual nível de motivação estamos? Há um pensamento que diz: “Se você quer vencer, não fique olhando a escada. Comece a subir, degrau por degrau, até chegar ao topo.” Isto é ação.

Quão determinados temos sido para alcançar nossas metas? Um dia, li a célebre frase de Theodore Roosevelt que diz: “É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glória, mesmo expondo-se à derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito, nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta, que não conhece vitória nem derrota.”

Lembremos que as grandes vitórias também são o resultado de uma persistência sem limites. Alguém disse certa vez: “Para começar um grande projeto é preciso valentia. Para terminar um grande projeto é preciso perseverança.”

É tempo de levantar-se! Levantemo-nos para fazer a diferença em um século de indiferença. Levantemo-nos com uma pregação que inspira, renova e transforma. Levantemo-nos reconhecendo e valorizando o potencial e habilidades que nossos liderados possuem. Levantamo-nos rogando diariamente pela Unção do Espírito Santo sobre nossa vida. Levantemo-nos como mensageiros de esperança. Embora a nossa mão esteja cansada, ferida, pegada à espada, não podemos desistir. Daqui a pouco o Senhor vai operar “um grande livramento”.Levantemo-nos para vencer!

Pr Wilson Luiz Pinto
Associação Amazônia Ocidental - UNoB

1 comentários:

Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
PS. Se desejar seguir o meu humilde blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More