sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Bênção para o que compartilha

“Então, ele se levantou e se foi a Sarepta; chegando à porta da cidade, estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; ele a chamou e lhe disse: Traze-me, peço-te, uma vasilha de água para eu beber. Indo ela a buscá-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me também um bocado de pão na tua mão.[...] Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até ao dia em que o SENHOR fizer chover sobre a terra. Foi ela e fez segundo a palavra de Elias; assim, comeram ele, ela e a sua casa muitos dias. Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou, segundo a palavra do SENHOR, por intermédio de Elias.” I Rs 17:10-16.

Queridos colegas, compartilho a seguinte ilustração que exerceu grande impacto em mim: Um Professional desempregado acordou certa manhã e revisou seus bolsos. Tudo o que lhe restava eram dez dólares. Decidiu utilizá-los para comprar comida e esperar depois a hora de morrer, já que era demasiadamente orgulhoso para pedir esmola. Estava frustrado por não conseguir emprego e não tinha ninguém que o ajudasse.

Comprou a comida e foi a um canto para comer. Então um idoso e dois meninos se aproximaram e lhe pediram comida, já que não haviam comido nada por quase uma semana. O profissional os encarou. Estavam tão fracos que se lhes podia ver os ossos. Seus olhos estavam fundos. Com o último de compaixão que lhe restava, deu-lhes sua comida. O idoso e os meninos oraram para que Deus lhe desse bênçãos e prosperidade e então lhe entregou uma moeda muito antiga. O jovem profissional lhes disse: “São vocês que precisam dessa oração”.

Sem dinheiro, sem emprego e comida, o jovem foi descansar sob uma ponte e esperar a hora da morte. Estava quase para dormir, quando viu uma folha velha de jornal no chão. Pegou-a e, de repente, leu um anúncio oferecendo-se para comprar moedas antigas. O jovem decidiu levar a moeda que ganhara. Ao chegar no local, entregou a moeda, cujo valor era de três milhões de dólares. O jovem ficou muito emocionado enquanto o proprietário lhe entregava um cheque visado no valor de três milhões de dólares. O jovem cobrou o cheque e saiu à procura do idoso e dos meninos.

Quando chegou ao local onde os deixara comendo, não os encontrou. Perguntou ao dono de uma cantina próxima se os conhecia. Ele respondeu que não, mas que lhe haviam deixado um bilhete. Rapidamente abriu o envelope pensando encontrar o endereço deles, mas leu o seguinte: “Você nos deu tudo o que tinha e nós o recompensamos com a mesma moeda. Assinado: Deus Pai, Filho e Espírito Santo. 1 Rs 17:10-16; Mt 11:28-30. Essa ilustração nos mostra que é melhor dar que receber. E o melhor que podemos dar às pessoas famintas de amor e de reconhecimento é a Palavra de Deus para que sejam ricas na fé e na esperança da salvação.

Pastor Rubén Cari
Missão Sul Oriental do Peru - UPS

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More