domingo, 16 de dezembro de 2012

Resumo da Lição 12 da Escola Sabatina


CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O WORD

Título: “As últimas coisas: Jesus e os Salvos”

Texto-chave

“ Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor. E envie Ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado, o qual convém que o Céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os Seus santos profetas, desde o princípio”. (At. 3:19-21-RC)

Objetivos

1. Saber o que a Profecia bíblica revela quanto ao “tempo do fim”.
2. Crer no Ministério perfeito de Cristo no Santuário Celestial.
3. Testemunhar da Esperança na Volta de Cristo e da Ressurreição dos justos.

Verdade Central

O clímax do Grande Conflito teve seu lugar na cruz, na qual ficou assegurada a vitória de Cristo e a derrota de Satanás. Na profecia, Deus revela o desfecho final no processo de lidar com o problema do pecado, e o Seu amor como fundamento da salvação para a raça perdida.

Domingo: O santuário celestial – parte I

A Bíblia afirma a existência de um Santuário no Céu (Hb.8:2). Qual é a Verdade presente a respeito deste ponto, e o que afeta nossa experiência hoje com Jesus?

• A confiança no sacrifício e Obra sacerdotal de Jesus, para o perdão dos pecados.
• A certeza do amor de Deus e da sua bênção, através do Seu filho.
• A segurança de que hoje somos aceitos pelo Pai, através da fé que expressa em humilde ato de Adoração à Jesus.
Reflexão: “No templo celestial, morada de Deus, acha-se o Seu trono, estabelecido em justiça e juízo. A arca que encerra as tábuas da lei se encontra coberta pelo propiciatório, diante do qual, Cristo pelo Seu sangue, pleiteia em prol do pecador. Assim se representa a união da justiça com a misericórdia no plano da redenção humana... é uma união que enche todo o Céu de admiração e adoração.” GC, pg 415

Segunda-feira: O Santuário Celestial – parte II

O ritual do Santuário terrestre, revelava três fases no plano da Salvação. Como o Ministério de Cristo, satisfaz os requisitos prefigurados pelo Antigo sistema?

• A Oferta do sangue imaculado de Cristo, derramado substitutivamente para o perdão dos nossos pecados. • Temos acesso a Deus, por meio da mediação de Cristo, como nosso representante Real no lugar Santíssimo. • Nos méritos do Seu sacrifício expiatório, Cristo removerá nossos pecados confessados do Santuário Celestial.

Medite: “Este é o mistério da misericórdia a que os anjos desejam atentar: que Cristo pode humilhar-Se para erguer inumeráveis multidões do abismo da ruína do pecado, e vesti-las com as vestes imaculadas de Sua própria justiça, a fim de se unirem aos anjos que jamais caíram, e habitarem para sempre na presença de Deus.” GC, pg 415

Terça-feira: A segunda vinda de Cristo

A igreja primitiva cria na segunda vinda de Cristo, bem como, na promessa de um novo céu e nova terra. Isto deixa claro dois fatos: (1) O cumprimento da profecia da purificação do Santuário: Heb 9:23; (2) A grande promessa deixada por Cristo: João 14:1-3.

• Os dois grandes acontecimentos de Atos 3, “O derramamento do Espírito sobre seu povo” e “ O cancelamento dos pecados no Santuário”, ligam a um terceiro evento culminante: A Segunda vinda de Cristo!
• A Primeira vinda de Cristo, proveu-nos a base teológica para a Segunda vinda. Sem a Segunda vinda e a ressurreição que ela trará, a salvação nada significaria para nós.
• A Segunda vinda de Jesus, marcará a conclusão do processo de lidar com o problema do pecado – Heb.9:26.

Reflita: Qual fonte tem você baseado suas convicções na promessa da volta de Cristo? Em que medida, sua influência compartilha esta esperança com seus familiares, amigos e vizinhos?

Quarta-feira: Esperando o advento

Em I Tess. 5:1-11, Paulo convoca os crentes à vigilância, a luz do ensino dado sobre a Segunda vinda de Cristo. Qual é a importância dessa mensagem, e como pode nos ajudar em nossa vida prática?

• A esperança que o Espírito Santo assinala o coração do crente, reflete na preparação ética e espiritual.
• Desenvolver uma vida cheia de fé, amor e vigilância, porque “quer vivamos ou morramos”, temos a promessa de vida eterna com Ele.
• Cautela, prudência e humildade, ao interpretar e discernir os sinais dos tempos. As predições do fim, não servem para satisfazer nossa curiosidade, mas para nos estimular a permanecer vigilantes.
Para discussão: Quais as diferenças entre o comportamento dos salvos e perdidos, no tempo da volta de Jesus? Qual a importância desse assunto para nossa vida hoje? Em que área espiritual da minha fé, ainda preciso crescer?

Quinta-feira: Morte e ressurreição

A Segunda vinda de Cristo, sem a ressurreição dos que morreram crendo nEle, de nada seria. A chave para a imortalidade, está na aceitação de Jesus como Aquele que morreu e ressuscitou!

• O poder da morte foi quebrado pela morte e ressurreição de Jesus (Rm. 6:9).
• A ressurreição bíblica, é uma ressurreição corporal (I Cor. 15:53).
• O dom da imortalidade, somente será concedido aos crentes por ocasião da Segunda vinda de Jesus (I Cor. 15:51-54).

Conclusão

1. Paulo reafirmou e advertiu os crentes de sua época, quanto ao conhecimento e o preparo para a vinda de Cristo.
2. Nossa convicção e Esperança se consolida na veracidade da Profecia bíblica, e na verdade de um Santuário Celestial.
3. A doutrina da Ressurreição e a Segunda Vinda de Cristo, é a garantia e, ao mesmo tempo, um ponto final na história do pecado e seqüelas nesta terra.
4. Devemos viver e pregar a “Volta de Jesus”, como o centro da nossa mais bendita “Grande Esperança”.

Pr. Adelson Raul da Silva
Pastor do distrito de Itapema, pertencente à Associação Catarinense - AC

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More