domingo, 2 de dezembro de 2012

Resumo da lição número 10 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD

Título: “A Lei e o Evangelho”

Texto-chave 

“Ora, sabemos que O temos conhecido por isto: se guardamos os Seus mandamentos. Aquele que diz: Eu O conheço e não guarda os Seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade” (1Jo 2:3, 4).

Domingo: Leis e normas divinas

• O Novo Testamento usa a Palavra grega NOMOS (lei) para traduzir a palavra hebraica TORÁ, que significa direção ou orientação. Visto que a Bíblia é um registro do relacionamento entre Deus e os seres humanos, lei na Bíblia refere-se a todas as instruções de Deus para seu povo. Algumas são Universais enquanto outras são limitadas ao povo de Israel em determinado período. Ex.: Leis Civis, leis militares, leis de saúde e higiene, leis cerimoniais, etc.

• E entre estas orientações está a Lei Moral de Deus, os 10 Mandamentos que revelam o nosso pecado, bem como a necessidade de um Salvador.

• Esta é Lei é Universal e Eterna porque é perfeita, santa, justa e boa e é a revelação do caráter de Deus. Sl 19:7,8; Rm 7:12.

Segunda-feira: A lei moral hoje 

• Os Dez Mandamentos não foram simplesmente uma instituição judaica, pelas seguintes razões:

1. As questões morais como: furto, assassinato, adultério, idolatria, são problemas universais independente da cultura ou época.

2. Os 10 Mandamentos já existiam antes de terem sido codificados no Sinai.

     a. No Éden Deus abençoou e santificou o Sábado.

     b. Jacó pediu que seus filhos tirassem os deuses estranhos do meio deles.

     c. José disse à esposa de Potifar: Como eu cometeria tamanha maldade e pecaria contra Deus?

3. Jesus afirmou de forma clara e contundente que não veio abolir a lei (Mt. 5:17,18). Segundo Rom. 7:7 o pecado é definido pela lei, portanto, a anulação ou substituição da lei é uma posição incoerente para um cristão que crê na Bíblia.

4. A Obediência aos Mandamentos é uma expressão de nosso amor a Deus. I Jo 2:3,4

Terça-Feira: A lei e o evangelho 

• A lei nunca foi planejada para ser meio de Salvação. Por meio da obra do Espírito Santo a lei cria no pecador a necessidade da graça (o evangelho) de Jesus Cristo.

• Mesmo no Antigo Testamento, a função da lei foi mostrar nossa necessidade de salvação. Ela nunca foi o meio de proporcionar essa salvação.

• A lei aponta para o pecado, me leva ao conhecimento do pecado. Pela lei descubro que sou pecador. Como um espelho ela mostra a sujeira do meu rosto, embora não possa limpá-la faz-me sentir a necessidade de ir à água que é Cristo Jesus. Gal. 3:24.

Quarta-feira: O sábado e a lei 

• O texto Bíblico de Exo 20:9,10 é cuidadoso em explicar quando ocorre o sábado (no sétimo dia), e não um dia dos sete: “... mas o sétimo dia é o sábado...”

• O texto acima também esclarece como ele deve ser observado: cessação do trabalho regular de todos sob o mesmo abrigo, a fim de que sua santidade seja mantida.

• A cessação do trabalho não é meramente para o descanso físico, mas há uma dimensão espiritual que focaliza a santidade de Deus. O Sábado é um memorial da Criação e nos lembra de que temos um Criador; mas é também é um sinal de libertação do pecado (redenção) e de que o Senhor nos santifica; o sábado significa descanso espiritual em Cristo, Heb. 4:3-9.

Quinta-feira: O sábado e o evangelho 

• Vimos até aqui que o sábado aponta para dois conceitos muito fortemente ligados na Bíblia: Criação e Redenção.

• Ao apontar Cristo como nosso Criador e Redentor, o sábado é um poderoso símbolo do evangelho da graça. Na verdade, nosso descanso no sábado revela que nós, de fato, não somos salvos pelas obras da lei, mas pelo que Cristo fez por nós.

• Assim o descanso do sábado se torna um símbolo do descanso que temos em Jesus. Heb. 4:3-9.

• Salvação também é restauração e recriação. Assim como as primeiras palavras de Gênesis são “No princípio criou Deus os céus e a Terra”, o Evangelho de João semelhantemente inicia com as palavras: “No Princípio era o Verbo...” apontando para uma recriação que culmina com os “Novos e Céus e Nova Terra (Isa 65:17 e Apoc. 21:5). Vemos assim como Criação e Redenção estão ligadas e essas duas verdades fundamentais são incorporadas no mandamento do Sábado.

Conclusão

• A lei ensina a necessidade de um Salvador porque para obter a salvação, é impossível atendermos às demandas dos seus exigentes reclamos.

• “Esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Na mente, lhes imprimirei as Minhas leis, também no coração lhas inscreverei; Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo”. Jer. 31:33.

• O Sábado é o memorial da Criação, e ao separá-lo como um dia especial para a adoração estou reconhecendo Jesus como Criador do Universo. Jesus também tem o poder de recriar por meio do plano da redenção. O nosso passado está ligado à Criação e nosso futuro à Redenção.

Pr. Antenor Lino Macedo 
Pastor jubilado, pertencente à Associação Norte Paranaense/ANP

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More