domingo, 23 de dezembro de 2012

Resumo da lição número 13 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD
 
Título: “Quando tudo se fizer novo”

Texto-chave

“Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas”. Apoc. 21:4 (RC)

Objetivos

1. Descrever o juízo que precede o milênio, o milênio em si e os eventos que culminam com a criação da Nova Terra.

2. Entender o drama arrebatador dos eventos finais da Terra e o poder de Deus quando anuncia a paz e a alegria eterna.

3. Despertar alegria com a certeza da libertação do Universo do pecado.

Verdade Central

No fim, Deus salvará os justos, permitirá que os santos revejam Seus juízos e executará a sentença final sobre todo mal. Então, Ele vai criar novos céus e nova Terra e habitará com Seu povo em paz e alegria para sempre.

Domingo: Eventos que iniciam o milênio

Quais eventos marcam o início do Milênio? 1Tess. 4: 16-18

• A volta de Cristo a este mundo, a ressurreição dos justos mortos, a glorificação dos justos vivos, a morte dos injustos e a prisão de Satanás, são eventos que marcam o início do Milênio, período do Juízo (comprovatório) em que os livros se abrem e todos os nomes daqueles que não estão ali são passados, para que assim a justiça de Deus seja comprovada.

• “Para que não que não mais engane as nações.” (Apoc. 20:3).

Segunda-feira: Durante o milênio

Qual é a evidência de que o Milênio desenrola-se nos Céus? Apoc. 20:4-6

• A Bíblia é clara ao dizer que os justos reinarão com Deus por mil anos, fora da Terra destruída na qual Satanás está preso.

Um segmento específico do grupo que participará do milênio é descrito como “as almas dos decapitados por causa do testemunho de Jesus, bem como por causa da Palavra de Deus, tantos quantos não adoraram a besta, nem tampouco a sua imagem, e não receberam a marca na fronte e na mão” (Ap 20). Entendemos que a Bíblia não ensina a existência de almas conscientes, separadas, imortais. Esse texto, em vez disso, está retratando os que passaram pela experiência da perseguição, descrita em Apocalipse 12:17–13:18. No segundo advento (em cuja ocasião ocorre a primeira ressurreição), essas almas perseguidas voltam à vida e, após a ressurreição, reinam no Céu com Cristo (compare com 1Ts 4:15-17).

Terça-feira: Eventos do fim do milênio

Que evento marca o fim do Milênio?

• Com a liberação da prisão simbólica de Satanás e com a ressurreição dos ímpios, Satanás terá oportunidade de enganar as nações e reuni-las na batalha contra Deus.

• “Ao fim dos mil anos, Cristo volta novamente a Terra. É acompanhado pelo exército dos remidos, e seguido por um cortejo de anjos. Descendo com grande majestade, ordena aos ímpios mortos que ressuscitem para receber a condenação. Surgem estes como um grande exército, inumerável como a areia do mar. Que contraste com aqueles que ressurgiram na primeira ressurreição! Os justos estavam revestidos de imortal juventude e beleza. Os ímpios trazem os traços da doença e da morte.” (O Grande Conflito, p. 664)

Quarta-feira: A Nova Terra

Quais são as promessas das Escrituras que podemos memorizar e descansar sobre elas em oração, de modo a nos ajudar em nossa jornada ao lugar em que todas as “coisas serão novas”?

• “Apenas uma lembrança permanece: nosso Redentor sempre levará os sinais de Sua crucifixão. Em Sua fronte ferida, em Seu lado, em Suas mãos e pés, estão os únicos vestígios da obra cruel que o pecado efetuou. Diz o profeta, contemplando Cristo em Sua glória: "Raios brilhantes saíam da Sua mão, e ali estava o esconderijo da Sua força." Hab. 3:4. Suas mãos, Seu lado ferido donde fluiu a corrente carmesim, que reconciliou o homem com Deus - ali está a glória do Salvador, ali está "o esconderijo da Sua força". "Poderoso para salvar" mediante o sacrifício da redenção, foi Ele, portanto, forte para executar justiça sobre aqueles que desprezaram a misericórdia de Deus. E os sinais de Sua humilhação são a Sua mais elevada honra; através das eras intérminas os ferimentos do Calvário Lhe proclamarão o louvor e declararão o poder.” (O Grande Conflito, p. 674)

Quinta-feira: A vida na Nova Terra

De que forma a incrível presença de Deus modificará a experiência dos habitantes da Nova Terra? Apoc. 21:3

• Uma das passagens mais inspiradoras da Bíblia é esta, a mensagem contida aqui, nos leva a esperança de que brevemente estaremos livres, finalmente livres, desse mundo mal e corrupto. Poderemos então viver eternamente a vida perfeita que Deus planejou para nós.

• A comunicação com Deus será restaurada plenamente, estaremos vivendo face a face com o Senhor e Salvador de nossas vidas. “O meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso. Nunca mais se ouvirá de violência na tua Terra, de desolação ou destruição nos teus termos; mas aos teus muros chamarás salvação, e às tuas portas louvor. Edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto. Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; [...] os Meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.” Isa. 32:18; 60:18; 65:21 e 22.

Conclusão

1. O desejo de Deus é ter de volta a humanidade redimida, livre da maldição do pecado. Por isso, devemos hoje, vivermos a bendita esperança de Seu retorno para fazer tudo novo de novo.

2. O nosso Deus é Deus de justiça, o Milênio comprova Sua justiça e desejo de que Seus filhos sejam participantes também dos eventos que antecedem a restauração dessa Terra.

3. “Ali os remidos conhecerão como são conhecidos. O amor e simpatias que o próprio Deus plantou na alma, encontrarão ali o mais verdadeiro e suave exercício. A comunhão pura com os seres santos, a vida social harmoniosa com os bem-aventurados anjos e com os fiéis de todos os tempos, que lavaram suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro, os sagrados laços que reúnem "toda a família nos Céus e na Terra" (Efés. 3:15) - tudo isto concorre para constituir a felicidade dos remidos.” (O Grande Conflito, p. 677)

4. “Hoje é o tempo de nos prepararmos para este encontro.“O grande conflito terminou. Pecado e pecadores não mais existem. O Universo inteiro está purificado. Uma única palpitação de harmonioso júbilo vibra por toda a vasta criação. D’Aquele que tudo criou emanam vida, luz e alegria por todos os domínios do espaço infinito. Desde o minúsculo átomo até ao maior dos mundos, todas as coisas, animadas e inanimadas, em sua serena beleza e perfeito gozo, declaram que Deus é amor.” (O Grande Conflito, p. 678)


Jorgeana Longo
Departamental do Ministério da Criança e Ministério do Adolescente
Associação Central Paranaense/ACP

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More