domingo, 17 de março de 2013

Resumo da lição 12 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TITULO: CRIAÇÃO E EVANGELHO

Texto-chave: “Assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo”

Objetivos:

1. Conhecer o plano da salvação descrito em Genesis e perceber como a evolução enfraquece esse plano.
2. Sentir gratidão a Deus por nos oferecer uma forma de perdoar os outros sem subverter a justiça.
3. Procurar praticar o equilíbrio divino entre graça e responsabilidade ao nos relacionarmos com os que nos ofendem

Verdade Central:

Jesus restaurou o relacionamento entre Deus e a humanidade que havia sido quebrado pelo pecado de Adão e Eva.

Domingo: Graça no Jardim

Qual foi a resposta de Deus ao pecado de Adão e Eva? Genesis 3:9-15

Deus realizou um julgamento, na verdade um “juízo investigativo”. O objetivo do juízo não era informar a Deus dos fatos, ele já os conhecia. Na verdade, o objetivo era dar ao casal a oportunidade de aceitar a responsabilidade por suas ações. Ainda que fossem culpados e seu pecado trouxesse conseqüências imediatas, a primeira promessa evangélica foi feita a eles no Eden.

Segunda-feira: Pecado e morte

Em Genesis 3:19, Adão foi informado de que, ao morrer, voltaria ao pó do qual havia sido feito. Genesis 2:7 e Salmos 104:29 nos mostram uma verdade que afeta nossa maneira de viver, qual o significado desses textos para nós?

Estamos familiarizados com a vida, mas ainda há algo misterioso a respeito dela. Podemos separar as partes de um organismo vivo, mas no fim nada encontramos, exceto vários tipos de átomos e moléculas. Podemos produzir morte, mas a criação da vida está alem de nossa compreensão. Unicamente Deus tem a capacidades de criar organismos vivos.

Terça-feira: Quando éramos pecadores

Como romanos 5:6-11 nos ajuda a compreender o significado de graça?

Ao longo de toda a Bíblia vemos que a resposta de Deus à pecaminosidade humana é redentora por natureza e motivada pelo amor verdadeiro e altruísta. Deus sabia que Adão e Eva não compreendiam o pleno significado do que tinham feito e decidiu dar a eles uma oportunidade de ter mais informações e ser capazes de escolher novamente. Quando somos injustiçados, gostamos de ter um pedido de desculpas antes de aceitar o ofensor de volta ao bom relacionamento conosco. Deus não esperou um pedido de desculpas, ele agiu antes, tomou a iniciativa, quando ainda éramos pecadores.

Quarta-feira: Portador de pecados

Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar. "Porque esta escrito: maldito todo aquele que for pendurado no madeiro." Gálatas 3:13. Ao assumir a culpa de nossos pecados e morrer em separação de Deus, Jesus cumpriu a promessa originalmente feita no Jardim do Éden de que o descendente da mulher feriria a cabeça da serpente.

Quinta-feira: Nova Criação

Cristo veio para destruir a morte, que é uma intrusa na criação de Deus. Se a teoria da evolução fosse o caminho escolhido por Deus para criar os seres humanos, isso significaria que a morte, longe de ser uma aberração e um inimigo, seria parte do plano original de Deus para a humanidade. O relato da criação em Genesis, embora fundamental para nos ajudar a entende a morte de Cristo em nosso favor, também nos ajuda a compreender outro aspecto do pano da salvação: a obra da criação divina em nós. Um novo coração é uma criação que só Deus pode fazer.

Conclusão:

Por meio da expiação com sangue, Deus voluntariamente absorve o custo da justiça para o pecador, a fim de que o pecador renuncie a rebeldia. Alem disso, o poder da expiação transforma o pecador em um cidadão do céu.

Pr. Célio Longo 
Departamental MIPES e Escola Sabatina - ACP

1 comentários:

Uma lição realmente motivadora para nossa entrega total e diária ao nosso Criador e Salvador.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More