domingo, 6 de outubro de 2013

Resumo da lição número 02 da Escola Sabatina


 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TÍTULO: “Céu na Terra”

TEXTO-CHAVE

“Os quais ministram em figura e sombra das coisas celestes, assim como foi Moisés divinamente instruído, quando estava para construir o tabernáculo; pois diz Ele: Vê que faças todas as coisas de acordo com o modelo que te foi msotrado no monte”. Hb 8:5.

OBJETIVOS

1. Saber que o Jardim do Éden era o Santuário original da terra e que o Santuário terrestre era uma cópia do Celestial.

2. O Santuário terrestre do Antigo Testamento, apontava para o seu cumprimento no Novo Testamento e de que existe um Santuário no Céu.

3. Compreender a tipologia do Santuário reconhecendo a fase do cumprimento histórico em Cristo, na Igreja e nos eventos finais da terra.

VERDADE CENTRAL

Conhecer que a tipologia do Santuário se aplica a Cristo, a Igreja e na fase final do cumprimento no Santuário Celestial, no fim do Grande Conflito.

DOMINGO: O primeiro “Santuário” na terra

Como compreender e explicar a expressão “Jardim do Éden, morada de Deus na terra”?

• Existem muitos paralelos entre o Jardim do Éden e o Santuário, como por exemplo, Deus no meio deles e Querubins os guardando.

• Segundo Isaías 51:3 e Ezequiel 28:13, o Jardim do Éden é chamado de “Jardim de Deus”, pois era a morada de Deus na terra.

• Adão e Eva perderam a oportunidade de estar continuamente na presença de Deus.

SEGUNDA-FEIRA: Cópia do modelo

Segundo o Livro de Hebreus, a tipologia do Santuário envolve duas realidades históricas: O tipo e o antítipo. Como explicar esta relação?

• Moisés construiu o santuário terrestre de acordo com o modelo que viu, orientado por Deus, do santuário Celestial.

• O Santuário terrestre é o antítipo (cópia) e o Santuário Celestial é o tipo (Original).

• Podemos ver evidências na Bíblia que o Santuário Celestial existia antes do terrestre e que é uma realidade física no Céu.

TERÇA-FEIRA: Jesus como Santuário

Como podemos entender Cristo como um Santuário?

• Deus prometeu que habitaria entre os seres humanos, por isso enviou Seu Filho a terra como ser humano, cumprindo a promessa.

• Jesus declarou que era o templo e indicou o fim do significado do templo terrestre depois de Sua morte, a destruição do templo do Seu corpo.

• Todos os rituais e cerimônias do Santuário terrestre apontavam para Cristo.

QUARTA-FEIRA: A igreja como Santuário

Segundo a Bíblia, Deus pode morar em Santuário individual e coletivo?

• A Palavra de Deus nos ensina que nosso corpo é Santuário de Deus, local onde habita e temos a obrigação de viver em santidade.

• A igreja é o templo de Deus e sacerdócio santo, e deve viver em um relacionamento de aliança com Ele.

QUINTA-FEIRA: Nova Criação

Como explicar a expressão de João no Apocalipse: “...Não viu um templo na Nova Jerusalém..”?

• O objetivo primordial do Santuário na Nova Terra é que Deus vai habitar no meio do Seu povo.

• João não viu templo na Nova Terra, pois a Nova Jerusalém é o próprio templo e o “Tabernáculo de Deus”.

• Os justos reinarão como reis e sacerdotes diante de Deus, e em união com Cristo eles julgarão os ímpios de acordo com o código, a Escritura Sagrada.

CONCLUSÃO

1. O Jardim do Éden era o Santuário de Deus na terra antes do pecado.

2. O tabernáculo ou templo de Deus na terra foi feito segundo o modelo do original no Céu.

3. Jesus Cristo é tudo para o que o santuário aponta. A igreja e o nosso corpo deve ser a morada de Deus em nossos dias.

4. O santuário se cumpre também no clímax final da história da salvação e que os justos habitarão no “Tabernáculo de Deus”, a Nova Jerusalém.

Pr. Marcos Aurélio da Costa Freires
Departamental Associado de Evangelismo

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More