segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Resumo da lição número 03 da Escola Sabatina

 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TÍTULO: “Sacrifício”

TEXTO-CHAVE

“Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional” (Rm 12:1).

OBJETIVOS

1. Entender que Deus sempre pediu e continua pedindo sacrifícios ao homem.

2. Perceber que os rituais não limitam o homem. O coração transformado vai além da forma pois junto com a oferta, o homem entrega o próprio coração.

3. Levar cada cristão a fazer de si mesmo uma oferta. Seus recursos, influência e vida devem ser consagrados a Deus sem reservas.

VERDADE CENTRAL

Os sacrifícios sempre apontaram para o perfeito e completo sacrifício de Cristo e os homens compreendiam isto pela ação do Espírito Santo. Neste sistema toda a vida era envolvida assim como o individuo, hoje, deve se render aos pés de Cristo todo por completo.

DOMINGO: “O primeiro sacrifício”

Logo após a entrada do pecado o primeiro sacrifício já ensinou ao homem que a união com Deus poderia ser restabelecida mediante a morte de Cristo.

• O pecado de Adão e Eva afastou o homem de Deus e ao homem era impossível reverter o quadro.

• Foi mediante a morte de um animal inocente que túnicas de pele foram confeccionadas para cobrir o casal pecador. Um animal deveria morrer dali em diante como oferta de sacrifício pelo pecado.

• Os sacrifícios deixaram claro para o homem que a solução para o seu afastamento de Deus era o sacrifício de Cristo

SEGUNDA-FEIRA: Tipos de Ofertas

Os tipos de ofertas eram diversos e apresentadas por motivos também diversos.

• A diversidade de tipos de ofertas passavam pelos cereais, bebidas e outras coisas, mas o centro era o sacrifício de animais puros, limpos.

• Deus desejava participar de cada etapa, luta e vitória da vida de seu filho fiel. Por isso as razões pelas quais se ofertar eram inúmeras. Ele deveria ser envolvido em cada aspecto da vida.

• As ofertas tinham o objetivo de lembrar ao doado que tudo que somos e temos pertence a Deus e que as transgressões podem ser ???????

TERÇA-FEIRA: Sacrifício no Monte Moriá Sacrifícios humanos não podem resolver o problema do pecado; somente Deus pode oferecer o verdadeiro sacrifício salvífico:

• Segundo Ellen White a angustia vivida por Abraão foi permitida a fim de que ele compreendesse a grandeza do sacrifício feito por Deus.

• Fica claro com a experiência de Abraão que nada nem ninguém podem oferecer o sacrifício e o meio de salvação para a humanidade.

• O animal, que Deus proveu, prefigurou o Cordeiro de Deus, Jesus Cristo.

QUARTA-FEIRA: Vida por vida

O ser humano não é capaz de apresentar uma oferta digna, então Deus se apresenta para oferecer uma oferta excelente.

• É Deus quem deve conceder o resgate ao homem, pois este é incapaz de prover seu próprio resgate. Em Cristo, o próprio Deus oferece o sangue para o resgate.

• Engana-se a pessoa que pensa que o sacrifício substitui a necessidade de uma atitude interna a partir do coração. Não podemos confundir o ritual de sacrifícios com um aparelho automático para fazer expiação.

QUINTA-FEIRA: Sacrifícios hoje: o sacrifício vivo

Hoje nos apresentamos como um sacrifício vivo.

• A nossa vida e tudo que temos devem ser entregues a Deus como em um sacrifício vivo. Seja pelo serviço ao próximo, no louvor a Deus ou nossas riquezas.

• No AT o adorador entregava ofertas puras, limpas e perfeitas. Assim devemos entregar um coração puro, limpo e renovado pela ação do Espírito Santo de Deus.

• Cada aspecto de nossa vida deve estar em harmonia com os favores divinos, mostrando gratidão e louvor.

CONCLUSÃO

1. O sistema de sacrifícios é muito importa para o homem pois é uma ferramenta prática que o faz exercitar sua fé e diante dele é exposto o plano da salvação.

2. No sacrifício é dada a oportunidade do homem repensar sua postura interior diante do grande favor divino. Assim ele pode corrigir seus erros e se reconciliar com O todo poderoso.

3. A todos fica o convite para participar entregando o próprio coração, a própria vida, sem reservas, como oferta de sacrifício a Deus.

Pr. Fábio Pinheiro
Distrito da Vila Nova em Porto Alegre - ASR

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More