domingo, 27 de outubro de 2013

Resumo da lição número 5 da Escola Sabatina

 
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TÍTULO: “Expiação: oferta da purificação”

TEXTO-CHAVE

“Sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo”. 1 Pedro 1:18, 19.

OBJETIVOS

1. Conhecer o caráter da oferta pelo pecado, ou oferta de purificação e suas implicações.

2. Sentir a disposição divina em perdoar o pecador através de todos os ritos do sistema sacrifical de ofertas.

3. Experimentar o perdão gratuito de Cristo, a oferta verdadeira.

VERDADE CENTRAL

O sangue do animal ofertado é um símbolo do sangue de Cristo, a oferta por nós.

DOMINGO: Pecado e misericórdia

A Bíblia fala que Deus é justo e misericordioso. Porém há algum pecado para o qual Deus não ofereça perdão? Prove pela Bíblia.

• Não há pecado que Deus não posso perdoar. I João 1:7

• A oferta de Cristo foi suficiente para perdoar todos os pecados que forem confessados. Hebreus 9:28

SEGUNDA-FEIRA: Imposição de mãos

A imposição de mãos parece simbolizar algum tipo de transferência. Neste contexto, relacione a imposição de mãos do sistema de ofertas com outras imposições (Lucas 4:40, Marcos 6:5; 10:16, Atos 9:17; 19:6). O que pode ser transferido numa imposição de mãos?

• A imposição de mãos pode transferir o pecado como acontecia na oferta de purificação.

• A imposição de mãos também pode transferir bênçãos e cura, como acontecia com Jesus, ao impor as mãos sobre doentes, crianças e pecadores.

• Quando pecamos, estamos impondo as mãos sobre Cristo e transferindo nossa culpa para Ele na cruz do calvário, causando sofrimento ao Filho de Deus. Mas quando Ele nos perdoa está impondo as mãos sobre nós, transferindo suas bênçãos a nós, dando-nos vida, e em abundância.

TERÇA-FEIRA: Transferência de pecado

Quando pecamos precisamos nos livrar deste pecado. Ao confessá-lo, Cristo o transfere para si, e depois Ele o leva ao santuário celestial. Inevitavelmente nosso pecado tem que estar em algum lugar antes da purificação final. Onde estão seus pecados?

• Quando não confessamos nossos pecados, ainda os carregamos, e consequentemente sofreremos as punição por eles.

• Ao confessar nossos pecados a Cristo, eles são transferidos para Ele. Não precisamos mais sofrer a punição eterna pelos nossos pecados, pois Cristo já pagou o preço na cruz do calvário.

QUARTA-FEIRA: Levando o pecado

Pense no pecado como uma grande mochila que não pode ser depositada no chão e pode ser carregada apenas por uma pessoa. O grande problema é que nós não conseguimos suportar o peso desta mochila e avançar em nossa “expedição” rumo ao Céu. Por isso precisamos depositar esta mochila sobre alguém. Mas nossos companheiros de expedição também não suportam o peso dela, e não podemos deixá-la no chão. Então Cristo se oferece para levar as mochilas de todos aqueles que querem Sua ajuda. Agora pense na quantidade de mochilas de pecados que Cristo carregou por todos aqueles que as depositaram sobre Ele! Que grande amor!

• Cristo é o único ser no universo capaz de levar tal peso do pecado.

• Ao carregar um grande peso sobre nós podemos sofrer sérias consequências de saúde. Da mesma forma, ao carregar nossos pecados, Cristo sofreu as consequências deste peso: a morte que Ele não merecia.

QUINTA-FEIRA: Perdão

O perdão é oferecido a todos. Mas todos o receberão?

• O perdão que Deus nos oferta custou o sangue de Cristo. I Pedro 1:18, 19

• O perdão é como um presente, mas só aceita se o queremos. Efésios 2:8

CONCLUSÃO

1. Não há pecado que Deus não perdoe.

2. Todo pecado deve ser confessado e transferido.

3. Cristo é poderoso para carregar a culpa dos nosso pecados.

4. Mesmo que cometamos o mesmo erro, Cristo nos oferece continuamente Seu perdão.


Filipi Modzeieski Costa 
Distrito: Cornélio Procópio 
Associação Norte Paranaense da IASD

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More