domingo, 12 de janeiro de 2014

Resumo da lição número 3 da Escola Sabatina

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TÍTULO: “Discipulado e oração”

TEXTO-CHAVE

Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em Mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és Tu, ó Pai, em Mim e Eu em Ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que Tu Me enviaste. Jo 17:20-21

OBJETIVOS

1. Conhecer: A oração não se trata apenas de “obter coisas”.

2. Sentir: A oração eficaz não tem uma fórmula secreta.

3. Fazer: Orar sem cessar.

VERDADE CENTRAL

Há poder na oração. Não é que nós dizemos a Deus o que ele deve fazer. É que, mediante a oração, pensamos e vivemos de acordo com seus pensamentos.

DOMINGO: Compaixão provada pelo tempo.

Pense na sua vida de oração: pelo que você ora, por que e para quem. Sua oração demonstra a morte para o eu? Como você pode aprender a ser menos egocêntrico em suas orações? Mesmo quando você̂ ora por si mesmo?

• Frequentemente, a oração assume uma postura egocêntrica. Os cristãos apresentam suas listas de desejos diante de Deus, na esperança de obter o que pedem. No entanto, a oração de intercessão se concentra nas necessidades de outra pessoa.

• Não sendo contaminadas pelo desejo de satisfação pessoal, essas orações demonstram abnegação, compaixão e ardente desejo de salvação para os outros.

SEGUNDA-FEIRA: Tempo para oração

"Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis." (Mc 11:24). Como devemos entender essas promessas sobre a oração? Você já experimentou essas promessas? Já aprendeu a lidar com as frustrações, quando Deus não responde suas orações do jeito que você espera?

• Cristo certamente exemplificou a vida de oração que Ele prescreveu a Seus discípulos. Ele também sentiu necessidade da oração. Embora não estivesse diante do Pai na mesma condição dos pecadores, Jesus como ser humano ainda sentiu necessidade da oração.

• “A oração é o abrir do coração a Deus como a um amigo. Não que seja necessário, a fim de tornar conhecido a Deus o que somos; mas sim para nos habilitar a recebê-Lo. A oração não faz Deus baixar a nós, mas eleva-nos a Ele” (Ellen G. a White, Caminho a Cristo, p. 93).

TERÇA-FEIRA: Ensino para todos os tempos

Você está com ódio de alguém, achando difícil perdoar? Ore por essa pessoa. Peça que Deus o ensine a perdoar. Com o tempo, o que deverá acontecer?

• O cristão sincero confia na capacidade divina de honrar Suas promessas. Jamais alguém apresentou um pedido que intimidou Deus. Sua autoridade é ilimitada, Sua força é incomparável.

• O comportamento do cristão é caracterizado pela ousadia e humildade. No Getsêmani, Cristo declarou claramente Sua preferência, mas concluiu: “Não seja como Eu quero, e sim como Tu queres”.

QUARTA-FEIRA: Compaixão para todos os tempos

Embora possa soar estranho, há muita verdade na seguinte afirmação: “As pessoas não se importam muito com o que você sabe até que saibam o quanto você se importa.”

• Jesus poderia interceder eficazmente em favor dos Seus discípulos porque o estava ativamente envolvido na vida deles, os compreendia completamente e desejava o seu bem.

• Ganhar dinheiro, alcançar fama e até́ mesmo a excelência educacional devem se tornar subservientes ao objetivo maior da redenção dos perdidos. Essa é uma importante verdade que facilmente passa despercebida, porque estamos muitas vezes envolvidos na rotina diária da vida..

QUINTA-FEIRA: Compaixão reproduzida em todos os tempos.

Quanto tempo você dedica à oração de intercessão? Quanto tempo mais você deveria passar nesse tipo de oração?

• A constante oração sustentou a igreja primitiva. Sempre que Paulo viajava com propósitos missionários, ele era comissionado por meio da oração. Mesmo as despedidas eram envolvidas em oração.

• Frequentemente suas orações assumiam a forma de intercessão. Eles oravam pelos líderes do governo, pelos irmãos e por todos.

CONCLUSÃO:

1. Saber: Que a oração é um ingrediente essencial no discipulado.

2. Sentir: A importância e a necessidade de oração, admitindo também que ela está envolvida em mistério.

3. Fazer: Cultivar uma atitude de oração que permeie sua vida diária.

Wesley Lopes Vaz 
Distrito: Jardim das Américas 
Associação Sul Paranaense

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More