domingo, 2 de fevereiro de 2014

Resumo da lição número 6 da Escola Sabatina

http://www.usb.org.br/admin/files/arquivos/28a21dd8aad4dddcc0eb8fe1d7d3607f.zip
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TÍTULO: DISCIPULANDO OS “COMUNS”

TEXTO-CHAVE “Caminhando junto ao mar da Galileia, viu os irmãos Simão e André, que lançavam a rede ao mar, porque eram pescadores. Disse-lhes Jesus Vinde após mim, e Eu vos farei pesadores de homens. Então eles deixaram imediatamente as redes e O seguiram”. Mc 1:16-18

OBJETIVOS

1. Aceitar que todos somos importantes para Deus. O cristão não faz distinção de classe.

2. Entender que Deus vê algo valioso em cada um de nós mesmo quando não sentimos.

3. Viver como filhos de Deus em uma sociedade que valoriza as distinções artificiais.

VERDADE CENTRAL

O reino de Deus é cego às categorias humanas. Jesus procura pessoas, que aos próprios olhos sejam comuns para transformá-las em testemunhas extraordinárias.

DOMINGO: HUMILDES COMEÇOS

Em que condição econômica Jesus Escolheu nascer? Por que Fez essa escolha?

• Jesus escolheu pais pobres e optou por viver com poucos recursos. Abnegação e sacrifício caracterizaram Sua vida.

• A pobreza se tornou sagrada pela sua vida de pobreza.

• Ele não assumiu nenhuma posição que impedisse homens e mulheres, embora humildes, de vir à Sua presença e ouvir Seus ensinamentos.

SEGUNDA-FEIRA: TRANSFORMANDO OS COMUNS

Como Jesus usou simples desejos e necessidades cotidianas para fazer discípulos e transformar vidas?

• Jesus Se colocava em situações sociais que Lhe oferecessem oportunidades para alcançar pessoas por meio de seus desejos básicos.

• A fraqueza o sofrimento físico são sintomas de uma doença mais profunda.

• A simpatia de Jesus para com as necessidades exteriores sempre é seguida pelo ministério de cura à alma.

TERÇA-FEIRA: O CHAMADO DE UM FALHO PESCADOR

Com base na experiência de Pedro, o que nos capacita a passar por uma transformação radical?

• Assim como Pedro devemos reconhecer nossa necessidade de Jesus. “Sem Mim nada podeis fazer” (João 15:5).

• Andar na constante companhia de Jesus. “Anda na minha Presença e sê perfeito” (Gn 17:1).

QUARTA-FEIRA: AVALIAÇÃO CELESTIAL

Aos olhos de Deus qual é o valor de cada pessoa?

• A Majestade do céu Se aproximou da humanidade degradada e pecaminosa.

• O valor do homem só é conhecido quando se vai ao calvário.

QUINTA-FEIRA: UMA SOCIEDADE SEM CLASSE

Como Deus vê as distinções sociais? O que torna uma pessoa importante aos olhos de Deus?

• Deus não reconhece distinção alguma de nacionalidade, etnia ou classe social. É o Criador de todos os seres humanos.

• Cristo veio ao mundo para demolir toda parede de separação. Em Cristo não há “judeu nem grego; nem servo nem livre; nem homem nem mulher ”. (Gl 3:28)

• É o caráter espiritual e moral que é de valor à vista do Céu, e que sobreviverá à sepultura.

CONCLUSÃO

1. A vida de Jesus, do início ao fim, foi marcada pela humildade que deve caracterizar os Seus seguidores.

2. Como Cristo devemos entrar em contato com pessoas de todas as classes e ministrar às suas necessidades físicas, mentais, emocionais e espirituais.

3. O segredo da unidade se encontra na igualdade de todos os crentes em Cristo. A razão de todas as discórdias, divisões e diferenças entre os homens está na separação de Jesus.

4. Posses terrenas ou honras mundanas não contam, na avaliação do homem por Deus. Ele criou todos os homens iguais. Ele não faz acepção de pessoas. Avalia o homem segundo a virtude de seu caráter.

Pr. Ademir Garcia Fernandes
Distrito de Marialva Associação Norte Paranaense

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More