domingo, 29 de junho de 2014

Resumo da lição número 1 da Escola Sabatina

 
http://www.usb.org.br/admin/files/arquivos/fe3511bbcdb273e080c7f4a5ca0798b3.zip
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD
 
TÍTULO: “Nosso amado Pai celestial”

TEXTO-CHAVE:

“Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não O conheceu a Ele mesmo” (1Jo 3:1).

OBJETIVOS

1. Conhecer: o relacionamento íntimo que Jesus mantinha com Deus, o Pai.

2. Aprender: sobre a comunhão entre Jesus, Deus Pai e o Espírito Santo.

3. Sentir: o amor de Deus por nós ao nos relacionarmos com Ele, por meio de Jesus Cristo.


VERDADE CENTRAL

A Bíblia nos ensina que o pecado fez separação entre nós e Deus (Isa 59:2), prejudicando nossa comunhão com Ele. Através do exemplo de Cristo, porém, este relacionamento foi restaurado e, hoje, podemos ter intimidade com o nosso Pai Celestial.


DOMINGO: Nosso Pai celestial

Existe diferença entre o Deus conhecido no Antigo Testamento e o Deus revelado por Jesus Cristo no Novo Testamento? Comente sua resposta.

• Não há diferença, pois, as Escrituras nos ensinam que Deus não muda (Ml 3:6).

• Jesus revelou um lado do caráter de Deus que foi esquecido pela dureza do coração do Seu povo.

• A vida de Jesus e Sua intimidade com Deus nos revelou mais profundamente o amor que Ele, o Pai, tem por cada um de nós.


SEGUNDA-FEIRA: Revelado pelo Filho

Porque foi necessário que Jesus revelasse o Pai para a humanidade?

• Porque Satanás buscou deturpar o caráter de Deus acusando-O como severo e indiferente.

• Porque, através de Sua vida e ministério, Jesus provou ao mundo a magnitude do amor de Deus pela humanidade (Ef 3:18-19).

• Para não restar dúvidas na mente dos discípulos, ao eles proclamarem a mensagem do Amor do Pai por Seus filhos (Jo 3:16).

 
TERÇA-FEIRA: O Amor de Nosso Pai Celestial

Como Deus demonstrou Seu amor por nós, seres humanos pecadores?

• Oferecendo a vida de Seu único Filho, Jesus, que recebeu o castigo que era nosso (Isa 53:4-6), nos dando a chance de sermos salvos (Jo 3:16-17).

• Ao se tornar homem, Deus Se aproximou da humanidade sofrendo como um de nós, vencendo o mal por nos amar. (Jo 1:14; 16:33; Hb 4:15)

• “O Pai nos ama, não em virtude da grande propiciação; mas sim proveu a propiciação porque nos ama” (Ellen G. White, Caminho a Cristo, p. 13).

 
QUARTA-FEIRA: O Compassivo Cuidado de Nosso Pai Celestial

Como podemos ver o amor de Deus se há tanto sofrimento em nossa vida?

• O pecado trouxe sofrimento, mas Deus dá o consolo através de Seu cuidado diário, ao nos dar a chance de vivermos mais um dia.

• Ao prover para nós um refúgio onde podemos nos abrigar das tempestades da vida (Sl 46).

• O amor do Pai não nos livra das tristezas da vida, mas, pela fé desfrutamos do conforto que Ele provê a nós. (Isa 66:13)

QUINTA-FEIRA: O Pai, o Filho e o Espírito Santo

Como as três Pessoas da Trindade contribuem para a nossa Salvação?

• Deus, o Pai, é o regente do universo. Ele nos concedeu a graça de Seu Filho, a chance da Salvação através Jesus Cristo. (jo 3:16-17; Rm 5:1; I Co 15:57; 2 Co3:4).

• Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado mundo (Jo 1:29). Ele assumiu a nossa culpa para podermos ter acesso à Sua glória. (1 Jo 1:2; Gl 1:4; Rm 6:23)

• O Espírito Santo é a Pessoa da Trindade verdadeiramente presente no meio de nós. Ele nos consola (Jo 14:16), nos ensina (Jo 14:26), intercede por nós (Rm 8:26) e nos conduz a Cristo (Jo 15:26).

 
CONCLUSÃO

1. O Deus do Antigo Testamento é o mesmo do Novo Testamento.

2. Jesus Cristo revelou perfeitamente o amor de Deus, o Pai, por nós.

3. Deus nos ama, como um pai ama seu filho, a ponto de dar Seu filho unigênito, para adotar-nos de volta como Seus filhos.

4. A despeito dos problemas e tristezas da vida, podemos ter a certeza do amor e do cuidado de Deus, o nosso Pai Celestial.

Cristiano Batista
Pr. Auxiliar da IASD Estreito
Associação Catarinense

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More