domingo, 3 de agosto de 2014

Resumo da lição número 6 da Escola Sabatina

http://www.usb.org.br/admin/files/arquivos/53c34441c2ca0570035bbd3d00e7f6c4.zip
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD


TÍTULO “Crescimento em Cristo”

TEXTO-CHAVE

“Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”. João 3:3

OBJETIVOS

1. Mostrar que o novo nascimento é um privilégio dado por Deus acessível a todo o que crê.

2. Compreender que é preciso permanecer em Cristo para poder produzir frutos.

3. Entender que para crescer em Cristo é necessário subjugar o “eu” a cada dia, negando-se a si mesmo e permitindo de Cristo viva em nós.

VERDADE CENTRAL

A graça de Cristo nos dá a oportunidade de nascer de novo, Seu poder que opera em nós através da pessoa do Espírito Santo nos ajuda a vencer a batalha diária contra o eu, a fim de que possamos viver a realidade descrita pelo apóstolo Paulo em Gl 2:19,20; “Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”

DOMINGO: Nascer de novo

No diálogo de Jesus com Nicodemos em João 3:1-15 vemos Jesus tocando diretamente na questão de um novo nascimento. Que base Nicodemos tinha, que lhe permitia entender o que Jesus estava dizendo?

 Nicodemos era fariseu e profundo conhecedor das escrituras.

 Ele conhecia o ministério de João Batista e entendeu claramente a alusão ao batismo por imersão quando Jesus fala em “nascer da água”.

 Nicodemos também conhecia as afirmações de Sal 51:10 e Ez 36:26 que falam da importância de se ter um “novo coração”, e pode entender claramente que a isso Jesus se referia quando mencionou “nascer do espírito”.

SEGUNDA-FEIRA: Nova Vida em Cristo

Quão ampla é a nova vida que Cristo quer oferecer ao cristão convertido?

 A nova vida em Cristo não é remendada com algumas reformas externas. Não é um melhoramento ou modificação da antiga vida, mas uma transformação completa (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 172).

 Mediante o Espírito Santo, Cristo nos concede novos pensamentos, sentimentos e motivos. Desperta nossa consciência, muda nossa mente, subjuga todo desejo impuro e nos enche com a doce paz do Céu.

 Essa mudança não é um fenômeno instantâneo, é um processo que a cada dia nos torna mais semelhante a Jesus.

TERÇA-FEIRA: Permanecer em Cristo

Analisando a parábola da videira em S. João 15:4-10 sendo Cristo a videira e nós os ramos, é evidente que sem Ele nada podemos fazer (Jo 15:5), pois o ramo separado da vide morre e nada produz. Como se manter ligado à videira?

 Por meio da comunhão numa busca constante e intima com Jesus, pedindo Sua orientação, orando por força para obedecer à Sua vontade, e suplicando que ele encha nosso coração com Seu amor.

 Alimentando-se da Palavra e meditando sobre ela a fim de que sejamos fortalecidos. Jesus disse: “As palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida”. (Jo 6:63)

 Tomar firme decisão diária de permanecer em Jesus.

QUARTA-FEIRA: Oração

Analisando as atitudes de Jesus, que estava constantemente em oração, que lições extraímos para a nossa vida?

 Mesmo que Deus saiba tudo o que precisamos, precisamos apresentar nossas necessidades a Ele em oração, porque assim aprendemos a nos esvaziar de nós mesmos e nos tornar mais dependentes dEle.

 Embora não precisemos impressioná-Lo com nossas orações intermináveis e vãs repetições (Mt 6:5-9), é preciso perseverar na oração, apegando-nos as Suas promessas, não importa o que aconteça.

QUINTA-FEIRA: Morrer para si mesmo todos os dias

A luz da Bíblia entendemos que, somente morrendo podemos verdadeiramente viver. Morremos para uma velha vida no batismo, mas todos descobrimos que velhos hábitos e tendências do passado ainda estão vivos e lutam para recuperar o controle do nosso ser. Diante dessa realidade, como entender as afirmações de Jesus em Lucas 9:23,24?

 Tomar a cruz significa negar a nós mesmos diariamente. Não eventualmente, mas todos os dias, não apenas parte de nós, mas toda a nossa vida.

 “Ninguém pode esvaziar-se de si mesmo. Somente podemos consentir que Cristo execute a obra. Então, a linguagem da alma será: Senhor toma meu coração; pois não o posso dar. É Tua propriedade. Conserva-o puro; pois não posso conservá-lo para Ti. Salva-me a despeito de mim mesmo, fraco e dessemelhante de Cristo. Molda-me forma-me e eleva-me a uma atmosfera pura e santa, onde a rica corrente de Teu amor possa fluir por minha alma. (Ellen g. White, Parábolas de Jesus, p. 159).

CONCLUSÃO

1. Não tivemos escolha com respeito ao nosso primeiro nascimento, mas podemos escolher nascer de novo em Cristo através do Batismo.

2. Tão importante como escolher nascer de novo é escolher todos os dias permanecer ligado a Cristo.

3. Por meio de comunhão intima e sincera, numa vida de oração e devoção podemos ter um relacionamento verdadeiro com Cristo.

4. Há uma luta permanente contra o velho homem, que deve ser subjugado a cada dia com a ação transformadora do Senhor Jesus através da pessoa do Espírito Santo.

Daniel Kalicz
Distrital Parque dos Anjos – Gravataí
Associação Sul Riograndense

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More