domingo, 17 de agosto de 2014

Resumo da lição número 8 da Escola Sabatina

http://www.usb.org.br/admin/files/arquivos/d9fba23ff25e62a3f2fd4d8bd4253583.zip
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA BAIXAR O POWER POINT E O RESUMO EM WORD
 
 
 
TÍTULO: “A igreja”

TEXTO-CHAVE

“Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.”. João 17:20-21

OBJETIVOS

1. Levar o aluno a compreender a unidade e uniformidade da igreja;

2. Conduzir o aluno a desfrutar de uma igreja como uma família espiritual;

3. Incentivar o aluno a integrar-se com a igreja através de suas aptidões e recursos;

VERDADE CENTRAL

Fundamentada em Cristo, a igreja por sua representação deve revelar o que Cristo pode fazer pelos homens que se achegam a Ele.

 
DOMINGO: O fundamento da igreja

Ao instituir Sua igreja na terra, Cristo desejava que os fiéis entendessem o que ela revela dEle. Como a “rocha” ilustra isto? Dt. 32:4,15,18,31; Sl. 62:2

Quando Cristo falava com Pedro, o assunto era quem era Ele, por isto afirmou ser a “rocha” que fundamenta a igreja. Sl.95:1; At.4:11; I Co. 10:4;

Foi Leão I que alegou em 445 que Pedro era o fundamento da igreja (Sdabc,453). Mas Pedro afirmou quem é a “rocha” (1Pd.2:4-8).

A igreja foi fundamentada na rocha que revela quem é o Deus dela (I Co3:11). Embora rejeitado (At.4:12), é sobre Cristo que se fundamenta a igreja dEle.

 
SEGUNDA-FEIRA: A oração de Cristo pela unidade

Embora estivesse preste a sofrer as mais terríveis conseqüências do pecado, com que Cristo estava mais preocupado? Pelo que Cristo orava? João 17:21-23

Embora Jesus tenha vindo para alcançar a todo mundo (Jo.3:16), se concentra na necessidade que teriam os que cumpriria sua missão (Mt.28:18-20).

A unidade destacada na harmonia entre os primeiros cristãos impressionaria o mundo quanto à origem divina da igreja cristã. (Sdabac, 1172)

O propósito de Cristo não se limitava apenas ao contexto dos discípulos, mas passa pela igreja de hoje como o objetivo de culminar no céu. (Rm.8:22-23)
 
 
TERÇA-FEIRA: Provisão de Cristo para a unidade

A unidade teria sua base em cada um fazendo a sua parte de um todo. Como isto pode ocorrer? Que comparação fez Cristo para ilustrar? João 17:23; 15:1-5

A unidade requerida por Cristo faz com que os que a desejam, se unam a Ele num intimo relacionamento e isto leva este indivíduo a relacionar com outro.

A unidade conduzirá ao aperfeiçoamento do cristão, ou seja, o individuo revelará o que Deus está fazendo nele e isto conduzirá ao amadurecimento.

A unidade produzida pelo relacionamento com Cristo conduzirá o cristão para um estágio de amadurecimento e inevitavelmente ele se unirá a outros.

Somente unido a Cristo o individuo será aperfeiçoado, ou seja, santificado. Somente unido aos outros o individuo produzirá os frutos de santificação.
 
 
QUARTA-FEIRA: Um grande obstáculo para a unidade

Muitos problemas que na igreja ocorrem é porque alguém deseja prevalecer-se por palavras ou decisões. Que método Cristo recomendou? Mt.7:1-5

A hipocrisia é a maior barreira para a unidade. O hipócrita objetiva maximizar os defeitos dos outros a fim de minimizar os seus costumeiros defeitos.

Reconhecendo a debilidade humana, Cristo conduz os homens a entender que Deus não vê apenas a aparência, mas também o coração. (I Sm.16:7)

Quando nos envolvemos em atender as necessidades dos outros, os nossos olhos se abrem para ver a necessidade que temos. E isto produzira cura.
 
 
QUINTA-FEIRA: A restauração da unidade

Como restaurar a adoração em conjunto quando dois ou mais irmãos se envolvem numa discussão e o clima de unidade se rompe? Mt.5:23-24;18:15-18

A ofensa destrói a unidade e cria uma divisão doentia. Ao invés de somarem forças, os lados opostos somam divisores e problema aumenta cada vez mais.

A restauração da unidade somente é possível através da reconciliação das partes ofendidas. A base para isto, é viver a paz de Cristo (Cl.3:12-15).

O viver cristão aos olhos de Deus é mais valioso que qualquer forma externa de religião. É a expressão de quem vive em nós que agrada a Deus. (Gl.2:20)

 
CONCLUSÃO

1. Cristo jamais fundamentaria sua igreja em algo falível, por isto afirmou que o fundamento é Ele;

2. A igreja deve refletir que Cristo é, logo, a conexão com Cristo é indispensável para uma vida cristã saudável com Deus e com os homens.

3. A pessoa em falta na igreja não precisa de outras afirmando seus defeitos, mas de alguém que as ajudem a serem curadas dos mesmos.

4. Quando a igreja vive o amor cristão recebe a paz que somente Cristo pode dar e atrai os que vivem com a necessidade de terem esta paz.

Jorge Dirlei Emídio Leite
Distrito Jardim Clarito – Cascavel-PR
MOPr – Missão Oeste Paranaense

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMPARTILHE

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More